Jornal Médico Grande Público

Ministro garante: Urgências do Hospital de Torres Vedras vão ser remodeladas
DATA
14/07/2017 10:51:23
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Ministro garante: Urgências do Hospital de Torres Vedras vão ser remodeladas

O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, anunciou ontem que vão ser feitas obras de remodelação das urgências do Hospital de Torres Vedras e da farmácia do Centro Hospitalar do Oeste.

O Governo quer garantir que o Centro Hospitalar do Oeste (CHO) “chega ao inverno com melhores condições”, afirmou o ministro, no final de uma reunião em que anunciou a intenção de avançar com “obras nas urgências de Torres Vedras”, a par com “um conjunto importante de investimentos”, entre os quais “a formulação da farmácia hospitalar”.

Campos Fernandes, que ontem reuniu com a administração do CHO e com os presidentes dos três concelhos onde se localizam as unidades hospitalares daquele centro [Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche], afirmou, no final do encontro, que “é prioritário reformular a farmácia, tal como é prioritário reabilitar as condições do Bloco Operatório das Caldas da Rainha”.

No final da reunião de cerca de três horas, que decorreu no Museu do Hospital e das Caldas, a tutela lamentou que o processo de passagem do CHO de uma unidade do setor público administrativa SPA) a entidade pública empresarial (EPE) “se tenha atrasado tanto” e que, depois de anunciado há mais de ano, não esteja ainda concretizado.

O governante, que já tinha estimado que o processo estivesse concluído no início deste ano recusou hoje avançar novas datas, esclarecendo apenas que o mesmo se encontra “na comissão do Ministério da Finanças que faz essa avaliação”.

No final, Ana Paula Harfouche, presidente do Conselho de Administração do CHO, expressou satisfação pelos investimentos anunciados pelo ministro, sem especificar valores do investimento que, no caso das urgências de Torres Vedras, incidirá numa remodelação “muito similar à do serviço das Caldas da Rainha”, orçada em 1,7 milhões de euros.

A requalificação da farmácia, disse ainda a mesmo responsável, “irá permitir retomar a preparação dos tratamentos de quimioterapia”, que havia sido suspensa por falta de condições.

Ana Paula Harfourche adiantou ainda ter já agenda para o mês de agosto uma reunião com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo para avançar coma formulação dos respetivos projetos que serão depois objeto de candidatura a fundos.

O (CHO) foi criado no dia 01 de outubro de 2012, resultado da fusão hospitalar do antigo Centro Hospitalar do Oeste Norte e do antigo Centro Hospitalar de Torres Vedras e integra os hospitais das Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras.

Serve uma população de mais de 300 mil habitantes dos concelhos das Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça (freguesias de Alfeizerão, Benedita e São Martinho do Porto) e de Mafra (com exceção das freguesias de Malveira, Milharado, Santo Estevão das Galés e Venda do Pinheiro).

Registe-se

news events box

Mais lidas

1
1