Jornal Médico Grande Público

Nutricionistas satisfeitos com “alimentação na agenda política”
DATA
23/02/2018 11:03:53
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Nutricionistas satisfeitos com “alimentação na agenda política”

A Ordem dos Nutricionistas congratulou-se com os Projetos de Resolução aprovados no parlamento que recomendam ao Governo a criação de um comité científico agroalimentar, considerando que é mais um passo para a promoção da alimentação saudável.

A Assembleia da República aprovou na quinta-feira projetos de lei do CDS-PP, PSD e PCP que recomendam ao Governo a criação de uma plataforma que valorize o setor alimentar, a promoção de um comité científico e o reforço da investigação nesta área.

A bastonária da Ordem dos Nutricionistas, Alexandra Bento, afirma que “é com grande satisfação que a Ordem dos Nutricionistas vê a alimentação na agenda política”, defendendo, todavia, que é necessário que estas recomendações se traduzam em ações concretas e que o Governo aja em conformidade.

Este comité científico, segundo os partidos promotores dos diplomas, seria constituído por entidades como as ordens dos Nutricionistas e dos Médicos, academias científicas e institutos vocacionados para a investigação para “estabelecer um consenso a nível académico” de forma a “recuperar a confiança dos consumidores” e a “desfazer mitos”.

Pretendem ainda concentrar a informação dispersa, apoiar agricultores e produtores a desenvolverem produtos endógenos e reforçar a investigação, experimentação, apoio, acompanhamento e aconselhamento agrícola, criando condições para os agricultores mais pequenos acederem à inovação.

Já em janeiro de 2016, a Ordem dos Nutricionistas tinha recomendado ao Ministério da Saúde a criação de um órgão consultivo interministerial que pudesse auxiliar as instituições governamentais com competências na definição de políticas, propondo linhas de orientação estratégicas com impacto na alimentação e no estado nutricional da população.

A Ordem dos Nutricionistas considera fundamental que a criação de um comité agroalimentar defenda “a saúde em todas as políticas”, com a integração de vários setores governamentais, envolvendo os ministérios da Saúde, Educação, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Economia, Ambiente, Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.

news events box

Mais lidas