Jornal Médico Grande Público

Ministro da Saúde sublinha reforço da sustentabilidade do setor
DATA
07/03/2018 09:59:23
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Ministro da Saúde sublinha reforço da sustentabilidade do setor

O ministro da Saúde sublinhou a importância do reforço da sustentabilidade da saúde demonstrada num estudo ontem apresentado em Lisboa, mas reconheceu que ainda há muito a fazer.

“Há mais gente a recorrer ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), melhor resposta, melhor acesso e uma melhoria da qualidade técnica. Temos consciência de que o SNS, estando hoje mais sustentável, não tem os seus problemas resolvidos”, afirmou Adalberto Campos Fernandes, à saída da conferência sobre o Índice de Saúde Sustentável relativo a 2017.

O governante disse que o Governo tem feito um esforço “para melhorar a capacitação do sistema e reforçar os recursos”, lembrando que “2017 foi o ano em que houve mais transferências do Orçamento do Estado para a Saúde, o ano em que – final do ano e início deste – está a ser executado o maior reforço dos hospitais EPE”.

“O compromisso político do Governo é que, numa legislatura, nós deixemos o SNS com o endividamento controlado e uma estratégia de utilização orçamental adequada. Se formos analisados a cada momento, por fotografias, os problemas ainda não estão resolvidos. Há um período de quatro anos de uma legislatura e é aí que o Governo tem de prestar contas perante o país sobre aquilo que fez num mandato completo”, afirmou.

O ministro falava após a abertura da conferência, promovida em conjunto pela Abbvie, a TSF e o Diário de Notícias, durante qual foi apresentado um estudo que indica que o índice de sustentabilidade do SNS, que tem em conta critérios como a qualidade (percecionada e técnica), a eficácia e o preço, tal como tinha acontecido no ano anterior, subiu, passando de 102.2 em 2016 para 103.0 no ano passado.

Registe-se

news events box

Mais lidas

1
1