Jornal Médico Grande Público

Eutanásia: BE deixa "palavra de confiança" a deputados do PSD e lembra matriz liberal do partido
DATA
29/05/2018 16:28:38
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Eutanásia: BE deixa "palavra de confiança" a deputados do PSD e lembra matriz liberal do partido

O deputado do Bloco de Esquerda (BE) José Manuel Pureza transmitiu, hoje, uma “palavra de confiança” aos deputados do PSD que pretendem votar a favor da despenalização da eutanásia, lembrando a matriz liberal e humanista defendidas pelos sociais-democratas.

Após a intervenção sobre o projeto de lei do BE, José Manuel Pureza respondeu a questões de dois deputados, sobretudo a dúvidas manifestadas pela deputada do PSD Rubina Berardo.

“Quero deixar uma palavra de muita confiança àqueles que na bancada do PSD saberão interpretar a matriz liberal e humanista que ajudou a fundar o seu partido”, afirmou o deputado do bloquista, que tem sido a principal voz deste partido pela despenalização da morte medicamente assistida.

Em resposta, a deputada do PSD Rubina Berardo lembrou que “o humanismo não é monopólio de ninguém” e que “minorar o sofrimento é um objetivo” de todos.

A social-democrata perguntou a José Manuel Pureza como é que seria determinado o sofrimento nos processos de eutanásia: “como pretendem os legisladores medir o sofrimento de outrem”.

O deputado do BE respondeu que há que “confiar na capacidade de médicos e profissionais de saúde” para avaliarem a verificação dos requisitos previstos nos projetos de lei, sublinhando que a decisão não é transferida para terceiros.

“A decisão é sempre e só da pessoa que está em situação de doença incurável e de sofrimento”, defendeu.

Recorde-se que, esta tarde, os deputados discutem e votam quatros projetos de lei para a despenalização da eutanásia, apresentados pelo PS, Bloco de Esquerda, PEV e PAN.

Saúde Pública

news events box

Mais lidas