Jornal Médico Grande Público

Paulo Mendo: “A Saúde é um dos principais pilares da Democracia”
DATA
11/07/2018 15:04:46
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Paulo Mendo: “A Saúde é um dos principais pilares da Democracia”

O Jornal Médico esteve presente no Ciclo de Debates, que decorreu na sede da Ordem dos Médicos, em Lisboa, onde foram discutidos vários aspetos acerca da nova Lei de Bases da Saúde. O debate, moderado pelo jornalista André Macedo, contou com a presença do ex-ministro da Saúde Paulo Mendo.

“Foi com muita surpresa e satisfação que, à medida que fui lendo a Lei de Bases, fui dando conta que estava perante um diploma moderno, que aponta para a modernidade e importância que tem a evolução do Serviço Nacional de Saúde no nosso país”, começou por dizer Paulo Mendo.

Paulo Mendo sublinhou que Portugal é dos poucos países que consagra, “na própria constituição do país, (…) a obrigatoriedade de considerar a Saúde como a grande prioridade de uma Sociedade Moderna”.

O ex-político defendeu, ainda, que “desde 1976 – data em que foi publicada na constituição – e até ao fim do mandato de Maria de Belém Roseira mostra (…) uma progressão na melhoria de execução, atendimento e qualidade do SNS. Infelizmente, o século XXI não continuou este caminho”.

O antigo ministro da Saúde criticou, ainda, aquilo que tem vindo a acontecer no SNS, ao longo dos anos, alegando que vários governos têm feitos cortes sistemáticos neste setor, ao invés de apostarem na sua progressão.

Desta forma, Paulo Mendo tem uma “certa desconfiança” em relação à nova Lei de Bases, algo que se deve, em parte, à experiência com as leis anteriores, que acabaram por sofrer várias alterações ao longo do tempo.

Durante a intervenção, o ex-político pediu esclarecimentos acerca do futuro e evolução da ADSE, uma vez que gostaria de ver várias questões em torno deste assunto imperativas na nova Lei de Bases.

O ex-político falou, ainda, sobre a importância das carreiras médicas, bem como da sua progressão, defendendo que as mesmas devem ter, para o Estado, a mesma dignidade que “os grandes pilares da sociedade”, nomeadamente o Exército e a Polícia.

Para Paulo Mendo, “um dos pilares que garante a Democracia, em qualquer sociedade moderna, é a Saúde”, acrescentando, ainda, que “a Saúde e a Educação são pilares obrigatórios num Estado Moderno”.

O ex-ministro defendeu, ainda, a modernização da rede hospitalar, em Portugal, considerando que a mesma deve “desprender-se” dos princípios que partiram da Revolução Industrial, assentes numa estrutura piramidal, sugerindo, pelo contrário, uma gestão independente das várias estruturas de saúde.

news events box

Mais lidas