Jornal Médico Grande Público

SMZS exige contratação imediata de médicos para MAC
DATA
12/07/2018 10:22:17
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




SMZS exige contratação imediata de médicos para MAC

O Sindicato dos Médicos da Zona Sul (SMZS/FNAM) exige a contratação imediata de médicos para a Maternidade Alfredo da Costa (MAC), em Lisboa, após a demissão de chefes de equipa do serviço de Urgência desta unidade hospitalar.

Em comunicado, enviado ao nosso jornal, o SMZS mostra-se preocupado com “as situações de rutura, causadas, entre outras, pela falta de condições de trabalho e de pessoal médico, com graves consequências para a qualidade de assistência prestada aos doentes”.

Para o SMZS, a atual situação vivida no Serviço Nacional de Saúde (SNS) “atinge contornos de alarme social” que exigem “a intervenção governamental ao mais alto nível”. Neste sentido, o sindicato dos médicos pede a intervenção imediata do primeiro-ministro, António Costa.

Na mesma nota, a entidade sindical lembra que a MAC “é um hospital de última linha, que recebe as grávidas com situações mais complicadas e exigentes”. No entanto, o serviço de Urgência tem sido garantido por oito equipas, que integram 39 médicos, treze dos quais com mais de 50 naos, sete com mais de 55 e dois com mais de 65.

Caso estes profissionais decidam exercer os seus direitos e deixar a Urgência, dado que têm direito a fazê-lo devido à idade, o SMZS considera que “fica gravemente posta em causa a qualidade e o funcionamento da urgência da MAC”.

A Urgência da MAC “só está assegurada devido à boa vontade dos profissionais da instituição”, sublinha o sindicato dos médicos.

“O Sindicato rejeita esta política do Ministério da Saúde de desmotivação dos profissionais, desprezo pelas carreiras, de esvaziamento dos serviços públicos e de encerramento de unidades hospitalares”, frisa a nota.

Saúde Pública

news events box

Mais lidas