Jornal Médico Grande Público

Desbloqueadas verbas para alargamento do Hospital de Bragança
DATA
25/07/2018 16:49:13
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Desbloqueadas verbas para alargamento do Hospital de Bragança

As verbas para o aguardado alargamento do Hospital de Bragança, o principal do Nordeste Transmontano, foram hoje desbloqueadas. De acordo com a Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste, as obras deverão arrancar ainda este ano.

As obras, que incluem um novo Bloco Operatório (BO), Laboratório de Análises e Central de Esterilização, aguardavam pela autorização do Ministério das Finanças para o investimento que ronda os 2,55 milhões de euros.

Embora o projeto já tivesse sido aprovado pelo Ministério da Saúde, só hoje foram desbloqueadas as verbas, com a publicação em Diário da República da autorização do Ministério das Finanças. 

Em comunicado, a ULS do Nordeste afirmou que estão “assim reunidas as condições para o início das obras ainda em 2018”.

Segundo a responsável pela saúde na região, “o projeto será financiado em cerca de 1,4 milhões de euros pelo Programa Operacional Regional do Norte – Norte 2020 e a restante verba provirá do reforço do capital social da ULS do Nordeste, no valor de 1,2 milhões de euros, que já está disponível para esse fim”.

“Neste momento, encontra-se em preparação o concurso internacional a ser lançado para a realização da obra, considerada fundamental ao nível da melhoria da qualidade do atendimento e da segurança do doente, bem como ao nível da melhoria dos tempos de resposta aos utentes”, acrescentou.

A intervenção contempla “a construção de raiz de um edifício com quatro pisos e uma área total de 711 metros quadrados, que irá fazer a ligação entre o edifício principal do Hospital e o Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica, ao qual dará um apoio fundamental”.

O novo BO, localizado no 2.º piso do novo edifício, irá beneficiar da remodelação do atual, “passando a dispor de três salas de operações, duas destinadas a cirurgia programada e uma para cirurgias urgentes, duas salas de indução, zona de recobro com seis camas e diversos espaços de apoio”.

 “A ULS do Nordeste está assim deveras expectante com o início dos trabalhos de edificação deste projeto, que representa um dos maiores e mais ambicionados investimentos desta entidade”, lê-se no comunicado.

De acordo com esta entidade, o investimento “irá melhorar a qualidade dos serviços de proximidade disponibilizados à população do distrito de Bragança”.

Saúde Pública

news events box

Mais lidas

1
6
1