Jornal Médico Grande Público

Governo de Moçambique quer reduzir desnutrição crónica em 2019
DATA
18/12/2018 16:34:34
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Governo de Moçambique quer reduzir desnutrição crónica em 2019

O Governo de Moçambique pretende reduzir a taxa de desnutrição crónica [atualmente 43%] nas crianças dos zero aos cinco anos. O objetivo é alcançar os 35% já em 2019, através da promoção do consumo de nutrientes e do aumento da produção alimentar.

“As elevadas taxas de desnutrição crónica em crianças do país prevalecem e essa é uma situação que pretendemos reverter”, afirmou o porta-voz do Conselho de Ministros de Moçambique, Ana Comoana.

Segundo a responsável, a seca e a falta de educação alimentar são responsáveis pelas elevadas taxas de desnutrição crónico no país. Desta forma, o executivo pretende apostar na promoção de consumo de produtos mais nutritivos, bem como no agro-processamento.

Recorde-se que um estudo do Programa Alimentar Mundial (PAM), divulgado em junho, revelou que 26% dos casos de mortalidade infantil em Moçambique estão associados à desnutrição.

De acordo com o mesmo estudo – “Custo da fome em África” – 42,7% das crianças em Moçambique têm baixo crescimento e apenas 45,2% com desnutrição recebem cuidados de saúde adequados.

Saúde Pública

news events box

Mais lidas