Jornal Médico Grande Público

MAC: Ministério da Saúde esclarece polémica de contratação de anestesista
DATA
27/12/2018 11:54:36
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



MAC: Ministério da Saúde esclarece polémica de contratação de anestesista

Na sequência das notícias sobre a alegada contratação de um anestesista por 500 euros/hora para completar a escala da Maternidade Alfredo da Costa (MAC), nos dias 24 e 25 de dezembro, o Ministério da Saúde fez questão de esclarecer a situação aos órgãos de comunicação social.

Em comunicado, o Ministério da Saúde confirma que o Centro Hospitalar Lisboa Central (CHLC) “procurou realizar a contratação externa de um anestesista junto de empresas prestadoras de serviços, de forma a garantir o suprimento da necessidade de um especialista na escala da MAC nestes dias”.

Contudo, a resposta de uma das empresas prestadoras de serviços “referia que os vários especialistas contactados não estavam disponíveis para trabalhar pelos valores propostos (cujos valores de referência constam do despacho 3027/2018) e incluía ainda a disponibilidade de um anestesista mediante o pagamento de 500 euros por hora”.

“O Ministério da Saúde reafirma, por isso, a veracidade das declarações proferidas neste âmbito, de que existiu uma proposta no valor referido por parte dos prestadores de serviço”, lê-se no comunicado enviado às redações.

No final da nota, o Ministério da Saúde garante que “foram feitos todos os esforços para garantir a segurança e qualidade dos cuidados de saúde prestados”.

Saúde Pública

news events box

Mais lidas