Jornal Médico Grande Público

Guias de aprendizagem para ajudar pessoas com esclerose múltipla e cuidadores na melhor gestão da doença
DATA
24/04/2019 15:46:36
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Guias de aprendizagem para ajudar pessoas com esclerose múltipla e cuidadores na melhor gestão da doença

Facilitar a adesão ao plano terapêutico e melhorar a qualidade de vida das pessoas com esclerose múltipla são os principais objetivos de quatro guias de aprendizagem desenvolvidos por um grupo de profissionais de saúde, entre os quais 4 enfermeiras, uma neurologista, uma neuropsicóloga e uma nutricionista, com o apoio da Novartis.

O projeto envolve quatro guias visuais, que contêm metáforas e analogias sobre a condição da doença e suas implicações na vida do doente e família/cuidador, que permitem uma abordagem interativa através de atividades que estimulam a partilha de experiências e reflexão de tópicos relevantes relativos à gestão da doença. Chama-se “Percursos da EM – Olhar, Pensar e Agir na Esclerose Múltipla” e foi já certificado pela Organização Internacional de Enfermeiros de Esclerose Múltipla (IOMSN), a primeira e única organização mundial focada exclusivamente nas necessidades e objetivos dos enfermeiros que acompanham doentes com esclerose múltipla.

Os guias serão utilizados em sessões educativas em grupo, num máximo de 10 pessoas, sob a orientação de um enfermeiro. Estes encontros interativos funcionam como estímulo para a partilha de experiências e vivências e permitem aos doentes rever conceitos aplicados à doença, possibilitando a aquisição de conhecimentos sobre a mesma.

“Sendo a esclerose múltipla uma doença crónica, progressiva e tendencialmente incapacitante, este projeto vem assumir um papel fundamental no apoio aos doentes e seus cuidadores. Este projeto, com uma forte vertente educativa, vai dotar os doentes de ferramentas e competências necessárias à tomada de decisão no que diz respeito à gestão da doença, assim como incentiva à adoção de estilos de vida mais saudáveis com impacto na melhoria da qualidade de vida destes doentes”, refere a enfermeira do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Berta Augusto. 

O projeto foi apresentado aos enfermeiros que atuam na área da EM, estando em avaliação a implementação do mesmo em diversos hospitais do país. Este projeto foi liderado pelas enfermeiras Ana Matilde Cabral, do Hospital Beatriz Ângelo, Berta Augusto, Isabel Ribeiro e Liliana Escada do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, e pela neurologista Rita Simões, do Hospital Beatriz Ângelo.

Saúde Pública

news events box

Mais lidas