População protesta contra atraso das obras
DATA
17/04/2008 08:06:07
AUTOR
Jornal Médico
População protesta contra atraso das obras

Cerca de 300 pessoas participaram há dias numa concentração, seguida de marcha de protesto, contra os sucessivos problemas que têm impedido a conclusão das obras da Extensão de Saúde da Castanheira do Ribatejo

Cerca de 300 pessoas participaram há dias numa concentração, seguida de marcha de protesto, contra os sucessivos problemas que têm impedido a conclusão das obras da Extensão de Saúde da Castanheira do Ribatejo, que já se arrastam há mais de sete anos.

A iniciativa visou, também, alertar para as más condições da actual unidade de saúde, que funciona há 40 anos num edifício de habitação e serve cerca de 12 mil pessoas.

A Câmara de Vila Franca de Xira já disse que a obra foi aceite por um novo empreiteiro e deverá recomeçar antes do final do mês, mas os autarcas e os habitantes de Castanheira do Ribatejo querem mais garantias.

A obra, lançada pela Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), iniciou-se em Fevereiro de 2001, mas, desde então, tem conhecido sucessivos problemas que levam a que os trabalhos já estejam parados há quase dois anos, faltando ainda cerca de 4 meses de obra para a sua conclusão.

MGF 2020-30: Desafios e oportunidades
Editorial | Gil Correia
MGF 2020-30: Desafios e oportunidades

Em março de 2020 vivemos a ilusão de que algumas semanas de confinamento nos libertariam para um futuro sem Covid-19. No resto do ano acreditámos que em 2021 a realidade voltaria. Mas, por definição, a crise é uma mudança de paradigma. O normal mudou. Importa que a Medicina Geral e Familiar se adapte e aproveite as oportunidades criadas. A Telemedicina, a desburocratização e um ambiente de informação, amigável flexível e unificado são áreas que me parecem fulcrais na projeção da MGF no futuro.

Mais lidas