CS de Bragança vão estar abertos à noite até vir helicóptero
DATA
17/04/2008 08:07:49
AUTOR
Jornal Médico
CS de Bragança vão estar abertos à noite até vir helicóptero

A ministra da Saúde, Ana Jorge, garantiu que os centros de saúde do distrito vão permanecer abertos à noite, enquanto todos os meios de emergência pré-hospitalar, prometidos há um ano, não estiverem "instalados e a sua eficácia testada"

A ministra da Saúde, Ana Jorge, garantiu que os centros de saúde do distrito vão permanecer abertos à noite, enquanto todos os meios de emergência pré-hospitalar, prometidos há um ano, não estiverem "instalados e a sua eficácia testada", incluindo um helicóptero que irá ficar sediado em Macedo de Cavaleiros.

Em Abril de 2007, a Administração Regional de Saúde do Norte comprometeu-se a manter, nas unidades de saúde concelhias abertas à noite, um médico de prevenção e um enfermeiro até ser criada a rede de emergência. Ficou acordado que os meios prometidos seriam instalados e testados no prazo de um ano mas, até ao momento, só chegaram duas ambulâncias de Suporte Básico de Vida, continuado a faltar o helicóptero. "Há um atraso em relação ao que tinha sido anunciado", explicou a ministra, sem adiantar datas exactas para a chegada do aparelho.

Falta ainda criar uma Unidade Básica de Urgência em Mogadouro, que vai servir os concelhos do Sul do distrito, alguns (Freixo de Espada à Cinta) a duas horas de distância de Bragança. Ana Jorge defende que, para a população, "é muito melhor saber que quando sai de casa com um problema de saúde grave vai ser levada para uma verdadeira urgência hospitalar".

O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo
Editorial | Jornal Médico
O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo

O Novo Livro Azul da APMGF é um desejo e uma necessidade. Volvidos 30 anos é fácil constatar que todos os princípios e valores defendidos no Livro Azul se mantêm incrivelmente atuais, apesar da pertinência do rejuvenescimento que a passagem dos anos aconselha. É necessário pensar, idealizar e projetar a visão sobre os novos centros de saúde, tendo em conta a realidade atual e as exigências e necessidades sentidas no futuro que é já hoje. Estamos a iniciar um novo ciclo!

Mais lidas