Jovens MF europeus reúnem em Lisboa
DATA
19/06/2008 14:52:22
AUTOR
Jornal Médico
Jovens MF europeus reúnem em Lisboa

O Movimento Vasco da Gama reuniu, há dias, em Lisboa. Na agenda, a preparação das pré-conferências de Istambul e de Basileia, da WONCA Europa, a primeira das quais se realizará já no próximo mês de Setembro

Mov_Vasco Gama_01.jpg

O Movimento Vasco da Gama, liderado pelo jovem médico de família João Sequeira Carlos, reuniu-se em Lisboa, pela primeira vez desde a sua génese na sede da Associação Portuguesa de Médicos de Clínica Geral (APMCG), em Janeiro de 2005. Naquela célebre reunião, a então denominada Rede Europeia dos Internos e Jovens Médicos de Família da WONCA Europa adoptou o nome de Movimento Vasco da Gama. Este ano, os seus membros voltaram a reunir-se em Lisboa, juntando-se às comemorações dos 25 anos da APMCG

 

A decisão de convidar os membros do Movimento Vasco da Gama para uma reunião informal surgiu em Paris, durante conferência europeia da WONCA. O encontro de Lisboa foi, assim, uma reunião informal e extraordinária, na medida em que o conselho europeu reúne formalmente, em assembleia ordinária, uma vez por ano, por ocasião da WONCA Europa, à semelhança do que acontece com as organizações e redes sénior.

A ideia surgiu, não só para assinalar o mandato de João Sequeira Carlos como presidente do Movimento Vasco da Gama, como também para reunir entre caminhos. “Estar um ano sem nos vermos é muito tempo”, diz o jovem médico. “Este conselho europeu informal pode ser o primeiro de muitos. Se a ideia tiver sucesso, todos os anos nos iremos reunir entre Maio e Junho, ou seja, a meio caminho entre as conferências europeias da WONCA”.

Infelizmente, como acontece frequentemente nas reuniões internacionais, apesar de todos terem sido convocados, nem todos os membros do Movimento Vasco da Gama puderam estar presentes. Em Lisboa reuniram-se 15 participantes, contando com alguns portugueses, que participaram nos trabalhos na qualidade de observadores: Joana Castelhano e Tiago Villanueva, da Zona Sul, Ângela Neves e Cristina Freitas Martins, da Zona Centro, Alexandre Gouveia e Tânia Colaço, da Zona Norte.

 

Cartazes do Encontro e dos Congressos contam a história da APMCG

 

Além das reuniões, na sede da APMCG – uma delas dedicada à discussão de assuntos internos do Movimento – na tarde de Sábado, João Sequeira Carlos organizou um programa surpresa, a que chamou promenade work.

Os jovens médicos chegaram a Lisboa na tarde de Sexta-feira, dia 13 de Junho. Foram recebidos por Luís Pisco, na sede da APMCG, onde decorreu um cocktail de boas-vindas. Na breve visita que realizaram às instalações da Associação, João Sequeira Carlos contou-lhes um pouco da sua história, guiando-se pelos cartazes dos Encontros e Congressos, expostos ao longo das salas da sede da Associação. Também o Jornal Médico de Família esteve em destaque. E como não podia deixar de ser, o Cromo suscitou o interesse (e o riso) dos jovens médicos europeus.

Agradados com as instalações da sede da Associação, onde iriam decorrer, no sábado e domingo, as reuniões formais deste encontro informal, o grupo brindou ao seu primeiro encontro em Lisboa desde que, como referimos antes, a rede de internos e jovens médicos da WONCA adoptou o nome do famoso navegador português.

 

Preparação das pré-conferências de Istambul, Basileia e Málaga

 

No sábado, os trabalhos começaram logo às 9 e meia da manhã. Entre outros assuntos, a discussão incidiu sobre os novos grupos de trabalho do Movimento Vasco da Gama. As pré-conferências de Istambul e de Basileia foram outros assuntos prioritários. Aliás, um dos grandes objectivos da reunião informal de Lisboa foi o de preparar as pré-conferências, sobretudo a de Istambul, prevista para o próximo mês de Setembro, no âmbito do congresso europeu da WONCA.

No Domingo, discutiram-se alguns aspectos relacionados com o estatuto do Movimento Vasco da Gama e a preparação das pré-conferências até 2010.

Nas reuniões estiveram presentes a representante da Suíça e de Espanha, os países anfitriões das reuniões da WONCA Europa em 2009 e 2010. Infelizmente, à última hora os representantes da Turquia, tiveram que desistir de virem até Lisboa, por não terem conseguido o visto para entrar no nosso país.

 

Promenade work revela a Lisboa do Vasco da Gama

 

A realização da reunião informal em Lisboa, foi uma oportunidade única para motivar jovens médicos portugueses a fazerem parte desta grande aventura. Todos eles estão especialmente motivados para os assuntos internacionais. Daí o convite para se juntarem ao grupo durante o promenade work, A iniciativa que, como o seu próprio nome indica, apesar de ser um passeio pela Lisboa histórica – a Lisboa de Vasco da Gama – incluiu momentos de trabalho, onde se discutiram aspectos importantes do Movimento. 

Esta dimensão da reunião informal de Lisboa, assinala a ligação e a abertura do Movimento ao mundo, nomeadamente à WONCA mundial e outras organizações mundiais e europeias.

Num autocarro de turismo, os membros do Movimento Vasco da Gama, começaram por conhecer a Baixa pombalina, antes de subirem à Sé de Lisboa. Dali, fizeram o percurso a pé até ao Castelo de São Jorge, que percorreram demoradamente. As ruas, ainda engalanadas para as festas juninas, contribuíram para dar ao passeio um encanto especial.

Regressados à Sé, onde se encontrava estacionado o autocarro de turismo, o passeio prosseguiu até aos jardins de Belém. Com eles levavam a bandeira do Movimento Vasco da Gama e frente à Torre, carregada de simbolismo histórico, decidiram imortalizar o momento, com uma foto de grupo.

Nos relvados do Jardim de Belém reuniram-se de novo, sentados numa grande roda, e foi neste ambiente informar que prosseguiu a reunião.

 

Movimento Vasco da Gama saúda o mundo

 

Estavam de tal modo embrenhados na discussão que nem deram pela aproximação do presidente da APMCG, Luís Pisco, vindo do Padrão dos Descobrimentos, onde breves momentos antes concluíra a gravação da saudação final do I Congresso Virtual de Medicina Familiar. Com ele chegaram Fernando Santos, vice-presidente do Congresso, e a Isabel Santos, do conselho científico, acompanhados pelas câmaras de filmagem.

Que melhor cenário do que a Torre de Belém, ponto de partida da navegação de Vasco da Gama, para – todos juntos – fazerem uma saudação ao mundo? Essa imagem, captada pelas câmaras – e também pelo repórter do Jornal Médico de Família – irá para o ar durante a cerimónia de encerramento do I Congresso Virtual de Medicina Familiar, no final de Junho.

O anúncio formal do II Congresso Virtual terá lugar no próximo mês de Setembro, durante a conferência da WONCA, em Istambul, disse-nos Luís Pisco.

A junção simbólica dos membros do Movimento Vasco da Gama com os responsáveis do Congresso Virtual, tendo como cenário a Torre de Belém, marca o final do Congresso Virtual. Essa mesma imagem vai também fazer parte do filme dos 25 anos da APMCG.

“Penso que não pode haver melhor final para estes 25 anos do que termos a juventude médica europeia – o futuro da Medicina Familiar – numa saudação ao mundo”, diz Luís Pisco.

Parecia ter chegado o fim do promenade work...Mas, não! João Sequeira Carlos reservava-lhes ainda uma doce surpresa: a visita à Fábrica dos Pastéis de Belém. E foi com um lanche improvisado, com sabor a canela, que terminou o passeio pela Lisboa de Vasco da Gama, tendo como marco o Mosteiro dos Jerónimos, um dos ícones da história do nosso país.

MGF 2020-30: Desafios e oportunidades
Editorial | Gil Correia
MGF 2020-30: Desafios e oportunidades

Em março de 2020 vivemos a ilusão de que algumas semanas de confinamento nos libertariam para um futuro sem Covid-19. No resto do ano acreditámos que em 2021 a realidade voltaria. Mas, por definição, a crise é uma mudança de paradigma. O normal mudou. Importa que a Medicina Geral e Familiar se adapte e aproveite as oportunidades criadas. A Telemedicina, a desburocratização e um ambiente de informação, amigável flexível e unificado são áreas que me parecem fulcrais na projeção da MGF no futuro.

Mais lidas