Jornal Médico Grande Público

Autarquia e ARS firmam protocolo para criação da USF Guadiana
DATA
18/09/2008 07:23:50
AUTOR
Jornal Médico
Autarquia e ARS firmam protocolo para criação da USF Guadiana

A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António e a Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve assinaram, no passado dia 29 de Agosto, um protocolo de colaboração, tendo em vista a criação da Unidade de Saúde Familiar (USF) Guadiana

 

Francisco Ramos, enalteceu as acções levadas a cabo pela autarquia vila-realense na tentativa de “resolver os inúmeros problemas que se fazem sentir no concelho na área da oftalmologia”, salientando ainda a “excelente cooperação que existe entre o Governo e a autarquia na resolução de problemas oftalmológicos”

 

 

A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António e a Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve assinaram, no passado dia 29 de Agosto, um protocolo de colaboração, tendo em vista a criação da Unidade de Saúde Familiar (USF) Guadiana.

Para além da presença de algumas autoridades locais e regionais, compareceram também à cerimónia de assinatura do protocolo o Secretário de Estado Adjunto da Saúde, Francisco Ramos, que homologou o documento, bem como o presidente da ARS do Algarve, Rui Lourenço.

“Mais de sete mil pessoas de Vila Real de Santo António irão passar a ter médico de família graças à nova USF do Baixo Guadiana”, cuja abertura está prevista para Dezembro de 2008, adiantou o responsável da ARS.

Para Luís Gomes, presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, a criação desta unidade de saúde familiar “é mais um passo na melhoria das condições de vida e de saúde da população local”, salientando que “quer o município de Vila Real de Santo António, quer os municípios vizinhos de Castro Marim e Alcoutim poderão vir a usufruir, nesta infra-estrutura, de um leque variado de respostas ao nível saúde”.

Por sua vez, Francisco Ramos, referiu que “todas as iniciativas para o bem-estar da população são benéficas” e enalteceu as acções levadas a cabo pela autarquia vila-realense na tentativa de “resolver os inúmeros problemas que se fazem sentir no concelho na área da oftalmologia”, salientando ainda a “excelente cooperação que existe entre o Governo e a autarquia na resolução de problemas oftalmológicos”. Outro exemplo de cooperação é o que existe entre o Hospital Distrital de Faro e a Câmara de Vila Real de Santo António no sentido da união de esforços no combate à redução das listas de espera no campo oftalmológico.

Antes da assinatura do protocolo foi ainda feita uma breve apresentação de uma outra iniciativa da autarquia presidida por Luís Gomes: o Cartão Social e o Cartão Família, tendo sido entregues 40 Cartões Sociais e 20 Cartões Família.

 

Relatório Primavera: verdades e consequências
Editorial
Rui Nogueira
Relatório Primavera: verdades e consequências

“Ó Costa aguenta lá o SNS” foi o pedido de António Arnaut em maio do ano passado, poucos dias antes de nos deixar. Mas o estado da saúde em Portugal está mal ou bem ou vai indo? Está melhor ou pior? O SNS dá as respostas úteis às necessidades de saúde da população? O Relatório de Primavera ajuda a fazer interpretações fundamentadas.

news events box

Mais lidas