USF Serra da Lousã e S. Pedro do Sul vão ter novas instalações
DATA
21/04/2010 13:31:52
AUTOR
Jornal Médico
USF Serra da Lousã e S. Pedro do Sul vão ter novas instalações

O Mais Centro - Programa Operacional Regional do Centro - aprovou 24 projectos na área da saúde, que representam um investimento total de 78,5 milhões de euros. Destes, 54,6 milhões, são, segundo informações divulgadas pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), comparticipados pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER)

 

O Mais Centro - Programa Operacional Regional do Centro - aprovou 24 projectos na área da saúde, que representam um investimento total de 78,5 milhões de euros. Destes, 54,6 milhões, são, segundo informações divulgadas pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), comparticipados pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). No distrito de Coimbra, a construção da Unidade de Saúde Familiar (USF) Serra da Lousã e a construção de um edifício para a reinstalação e requalificação do serviço de urgência do Hospital Distrital da Figueira da Foz são as obras de maior porte, cada uma delas representando um investimento de quase dois milhões e 300 mil euros, com cerca de um milhão e 600 mil euros de comparticipação.

A maior fatia vai, no entanto, para o Hospital Sousa Martins, da Unidade Local de Saúde (ULS da Guarda), que recebe 35,8 milhões de euros de comparticipação do FEDER para um projecto de ampliação estimado em mais de 51 milhões de euros.

 

Novo edifício na Lousã integra USF e UCSP

Em fase de concurso público internacional, as obras das futuras instalações da USF Serra da Lousã - que na verdade representa um novo centro de saúde na Lousã - poderão ter início ainda este ano. Em causa está a construção de um novo edifício, que vai substituir as actuais instalações da Santa Casa da Misericórdia da Lousã.

Mais do que um novo espaço ou melhores condições, o novo centro de saúde vai permitir uma poupança substancial em termos de custos, visto estar actualmente a funcionar em regime de arrendamento à Misericórdia local, explica o coordenador da USF, João Rodrigues. O processo, já antigo, vai permitir a construção de um novo espaço que irá albergar todos os serviços do actual centro de saúde e, numa fase posterior, instalar a sede do Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Interior Norte I.

Segundo o responsável da USF, o novo edifício terá dois pisos (rés-do-chão e primeiro andar), ou seja, espaço suficiente para os serviços da unidade de saúde familiar e da unidade de cuidados de saúde personalizados (UCSP).

 

Ceira e Samuel com novas extensões de saúde

Destaque ainda, no leque de aprovações do Mais Centro, para a construção e equipamento da Extensão de Saúde de Ceira, em Coimbra, com um investimento superior a 840 mil euros e 588 mil de comparticipação, e a construção da Extensão de Saúde de Samuel, em Soure, representando 480 mil euros de investimento e um apoio de 266 mil euros do FEDER.

nacional_programa_mais_centro_02.jpgA obra da Extensão de Saúde de Ceira deverá ficar pronta até ao final deste ano. No mesmo edifício da extensão de saúde vai também funcionar a sede da Junta de Freguesia.

No município de Porto de Mós (ACES Dão Lafões II) está igualmente prevista a construção da Extensão de Saúde do Juncal, no valor aproximado de 350 mil euros e um apoio de 170 mil euros do FEDER.

 

USF São Pedro do Sul vai ter edifício construído de raiz

A USF São Pedro do Sul encontra-se actualmente instalada no segundo piso do centro de saúde daquela localidade. No entanto, segundo apurámos, a Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro paga uma renda avultada pelo edifício. O espaço da USF, que antes da inauguração foi alvo de obras de requalificação, vai ficar situado num edifício construído de raiz. De acordo com o Programa Operacional Regional do Centro, o valor da obra situa-se em 2, 8 milhões de euros.

De referir que dois dos projectos transitaram da ARS Centro para a ARS de Lisboa e Vale do Tejo (ACES Oeste Norte). Trata-se de duas novas extensões de saúde do Centro de Saúde de Alcobaça: São Martinho do Porto e Vimeiro. A sua construção representa um investimento da ordem dos 502 e 366 mil euros, respectivamente.

De acordo com o presidente do conselho clínico deste agrupamento, António Foz Romão, a Extensão de Saúde de São Martinho mudou, em meados de 2009, para instalações provisórias viabilizadas pela Câmara Municipal. No entanto, o médico considera que o caso da Extensão de Saúde do Vimeiro ainda é mais urgente. O edifício - uma casa antiga de rés-do-chão - não tem mesmo condições para a prestação de cuidados de saúde, garante o clínico.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas