Tudo muda, ou quase tudo…
DATA
07/09/2011 10:13:05
AUTOR
Jornal Médico
Tudo muda, ou quase tudo…

no plano do controlo da despesa, o futuro depende, fundamentalmente, da capacidade dos políticos e dirigentes falarem verdade aos cidadãos e da necessidade de lhes saberem explicar os custos reais dos serviços que lhes são prestados...

 

 

Texto integral só disponível na edição impressa

rui_cernadas.jpgAs nossas gerações são testemunhas - não sei se felizes, se infelizes... - de grandes acontecimentos e de mudanças que marcaram e marcam ainda a nossa existência e o mundo.

A vida passa a correr e nós quase nem nos apercebemos das coisas que a viram do avesso, mas com efeito, também é verdade que, qualquer planeamento corre o risco de ser rapidamente ultrapassado pelas vicissitudes de qualquer crise e pela aparente indispensabilidade das medidas necessárias para a ultrapassar!

 

Preparados para o Futuro? // Preparar o Futuro
Editorial | Conceição Outeirinho
Preparados para o Futuro? // Preparar o Futuro

O início da segunda década deste século, foram anos de testagem. Prova intensa, e avassaladora aos serviços de saúde e aos seus profissionais, determinada pelo contexto pandémico. As fragilidades do sistema de saúde revelaram-se de modo mais acentuado, mas por outro lado, deu a conhecer o nível de capacidade de resposta, nomeadamente dos seus profissionais.