Reflexão profunda sobre o futuro dos ACES
DATA
25/01/2012 08:00:12
AUTOR
Jornal Médico
Reflexão profunda sobre o futuro dos ACES

A FNAM vai realizar, em Coimbra, no próximo dia 28 de Janeiro, um encontro nacional dedicado à temática A Sustentabilidade da Reforma dos CSP...

A Federação Nacional dos Médicos vai realizar, em Coimbra, no próximo dia 28 de Janeiro, um encontro nacional dedicado à temática A Sustentabilidade da Reforma dos Cuidados de Saúde Primários. O evento, que decorrerá no auditório da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, arrancará com um grande debate intitulado "Gestão dos ACES: Que Autonomia? Reinventar e Renovar as Lideranças...", que contará com a presença do secretário de Estado Adjunto do Ministro da Saúde - Fernando Leal da Costa - e no qual se poderão inscrever (gratuitamente) os profissionais de saúde interessados, no dia e local da iniciativa, ou previamente através da página da Internet da Federação Nacional dos Médicos. Em paralelo, serão organizados seis grupos de trabalho para analisar áreas chave dos cuidados primários portugueses. As conclusões destes brainstormings ficarão, certamente, debaixo do olho da tutela

 

O encontro nacional organizado pelas Comissões Nacionais de Medicina Geral e Familiar (MGF) e de Saúde Pública (SP) da Federação Nacional dos Médicos (FNAM), a 28 de Janeiro, será uma oportunidade única para fazer um ponto da situação da reforma dos cuidados de saúde primários (CSP), na fase inicial de um novo ciclo político-partidário. Em destaque estará, sobretudo, a avaliação dos pontos positivos e negativos dos modelos de governação que sustentam os agrupamentos de centros de saúde (ACES) e as unidades locais de saúde (ULS). Procurar-se-á, igualmente, dissecar aspectos fundamentais para o quotidiano dos médicos das duas especialidades, nomeadamente em vertentes como a progressão na carreira médica, a organização de serviços, a adopção de novas práticas clínicas bem como o desenvolvimento do internato médico.

 

Texto integral só disponível na edição impressa

 

 

Preparados para o Futuro? // Preparar o Futuro
Editorial | Conceição Outeirinho
Preparados para o Futuro? // Preparar o Futuro

O início da segunda década deste século, foram anos de testagem. Prova intensa, e avassaladora aos serviços de saúde e aos seus profissionais, determinada pelo contexto pandémico. As fragilidades do sistema de saúde revelaram-se de modo mais acentuado, mas por outro lado, deu a conhecer o nível de capacidade de resposta, nomeadamente dos seus profissionais.