Pediatria visita escolas para ajudar crianças a perder medo do hospital
DATA
07/11/2013 23:09:50
AUTOR
Jornal Médico
Pediatria visita escolas para ajudar crianças a perder medo do hospital

O Serviço de Pediatria do Centro Hospitalar do Alto Ave está a visitar escolas e infantários da região para ajudar as crianças a "ultrapassar o medo" de um internamento hospitalar

 

O Serviço de Pediatria do Centro Hospitalar do Alto Ave está a visitar escolas e infantários da região para ajudar as crianças a "ultrapassar o medo" de um internamento hospitalar, explicando que ali "se cuida sem dor".

Em declarações à agência Lusa, a enfermeira-chefe de Pediatria Ana Bastos explicou que o projecto "Medo em Pediatria: Intervir para reduzir" quer dar a conhecer as práticas realizadas num internamento porque "o medo assusta mais do que a dor".

Do projecto, além das visitas a escolas e infantários, faz parte um vídeo realizado pelo próprio Serviço de Pediatria, em colaboração com o Cineclube de Guimarães, intitulado "A Joana na Pediatria", que explica procedimentos médicos e faz parte de uma "nova atitude" no acolhimento da criança.

"As crianças choram mais pelo medo do que pela dor. Se conhecerem as práticas realizadas num internamento com antecedência, não terão tanto medo. As crianças passam, por exemplo, a familiarizar-se com as fardas dos profissionais de saúde, reduzindo o desconhecido", referiu Ana Bastos.

O objectivo das visitas e do contacto com crianças e pais é "levar a mensagem de que na Pediatria é o local onde se cuida sem dor". Aliás, vão explicar os profissionais de saúde, "em regra, são utilizados anestésicos na realização de uma picada".

Nas visitas, além de enfermeiros, participam também educadoras, um professor de música, uma animadora e voluntários, "tudo para transmitir a ideia que a Pediatria é um lugar amigo da criança".

Até porque, sublinhou a enfermeira-chefe, "a superação dos medos nas crianças ajuda também na relação futura com as instituições de saúde", uma vez que "a boa relação da criança com o hospital passa para a idade adulta".

Desde o início do projecto, há cerca de um ano, a "comitiva" já visitou oito infantários mas o objectivo é visitar muitos mais.

"O que verificámos é muita curiosidade e notamos o efeito positivo que tem sobre as crianças. O nosso objectivo é visitar todos os infantários do concelho de Guimarães", sublinha a Enfermeira-Chefe.

O vídeo "A Joana na Pediatria" pode ser visto em http://youtu.be/ijwzk-Isa7g.

 

As certezas enganadoras sobre os Outros
Editorial | Mário Santos
As certezas enganadoras sobre os Outros

No processo de reflexão da minha prática clínica, levo em conta para além do meu índice de desempenho geral (IDG) e da satisfação dos meus pacientes, a opinião dos Outros. Não deixo, por isso, de ler as entrevistas cujos destaques despertam em mim o interesse sobre o que pensam e o que esperam das minhas funções, como médico de família. Selecionei alguns títulos divulgados pelo Jornal Médico, que mereceram a minha atenção no último ano: