Jornal Médico Grande Público

Verdes questionam Governo sobre falta de transportes para o Hospital de Loures
DATA
10/12/2013 11:55:24
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Verdes questionam Governo sobre falta de transportes para o Hospital de Loures

[caption id="attachment_5272" align="alignleft" width="300"]hospetalbeatrizangelo Concretamente, Os Verdes exigem ao Governo a criação de mais carreiras directas de Odivelas para a entrada do Hospital Beatriz Ângelo, o prolongamento do horário nocturno e a reposição de carreiras que tinham sido encurtadas. O melhoramento dos acessos ao Hospital de Loures tem vindo a ser reivindicado pelas comissões de utentes, que já organizaram algumas acções de protesto.[/caption]

O deputado José Luís Ferreira, do partido ecologista Os Verdes, entregou hoje na Assembleia da República um pedido de esclarecimentos ao Governo sobre a falta de transportes para o Hospital de Loures, que serve 272 mil habitantes.

No documento entregue na Assembleia da República, Os Verdes referem que a rede de transportes públicos que serve o Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, é “deficiente” e que essa situação tem “causado transtorno” aos utentes de vários concelhos.

“É o caso do concelho de Odivelas onde os transportes não são frequentes, são caros, com horários desajustados, uma vez que terminam cedo e deixam as pessoas longe da entrada do Hospital”, refere o documento.

Concretamente, Os Verdes exigem ao Governo a criação de mais carreiras directas de Odivelas para a entrada do Hospital Beatriz Ângelo, o prolongamento do horário nocturno e a reposição de carreiras que tinham sido encurtadas.

O melhoramento dos acessos ao Hospital de Loures tem vindo a ser reivindicado pelas comissões de utentes, que já organizaram algumas acções de protesto.

A administração do hospital e as quatro câmaras abrangidas por este equipamento de saúde têm procurado junto da Autoridade Metropolitana de Transportes de Lisboa e dos operadores de transporte arranjar uma solução para estes problemas.

O Hospital de Loures abriu portas em Janeiro de 2012 para servir 272 mil habitantes dos concelhos de Loures, Odivelas, Mafra e Sobral de Monte Agraço.

JM/Lusa

 

Relatório Primavera: verdades e consequências
Editorial
Rui Nogueira
Relatório Primavera: verdades e consequências

“Ó Costa aguenta lá o SNS” foi o pedido de António Arnaut em maio do ano passado, poucos dias antes de nos deixar. Mas o estado da saúde em Portugal está mal ou bem ou vai indo? Está melhor ou pior? O SNS dá as respostas úteis às necessidades de saúde da população? O Relatório de Primavera ajuda a fazer interpretações fundamentadas.

news events box

Mais lidas

Has no content to show!