Actividade gripal em Portugal "moderada" na primeira semana do ano
DATA
13/01/2014 12:15:59
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Actividade gripal em Portugal "moderada" na primeira semana do ano

[caption id="attachment_5767" align="alignleft" width="300"]gripe De acordo com o Boletim de Vigilância Epidemiológica da Gripe, divulgado pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, na primeira semana do ano (entre 30 de Dezembro de 2013 e 05 de Janeiro deste ano), a proporção de doentes admitidos em UCI foi de 7,2 por cento, “superior ao valor estimado na semana anterior”[/caption]

A actividade gripal em Portugal foi “moderada” na primeira semana deste ano, tendo conduzido a seis casos de admissão em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) nos hospitais que reportam informação para a vigilância epidemiológica da gripe.

De acordo com o Boletim de Vigilância Epidemiológica da Gripe, divulgado pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, na primeira semana do ano (entre 30 de Dezembro de 2013 e 05 de Janeiro deste ano), a proporção de doentes admitidos em UCI foi de 7,2 por cento, “superior ao valor estimado na semana anterior”.

A taxa de incidência da síndrome gripal foi, neste período, de 47,9 casos por cada cem mil habitantes.

A mortalidade por “todas as causas” registada foi a esperada, adianta o Boletim.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas