Novos transportes de acesso ao hospital de Loures entram em vigor na segunda-feira
DATA
28/01/2014 08:07:14
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Novos transportes de acesso ao hospital de Loures entram em vigor na segunda-feira

[caption id="attachment_6224" align="alignleft" width="300"]transportesboaviagem A câmara do Sobral de Monte Agraço informou em comunicado, que a empresa de transportes Boa Viagem vai colocar em funcionamento, a partir de segunda-feira, uma carreira que vai ligar os concelhos do Sobral e de Mafra aos hospitais de Loures e Pulido Valente, Santa Maria e Instituto Português de Oncologia, em Lisboa, para tornar a linha rentável[/caption]

Uma nova linha de transportes públicos rodoviários de acesso aos hospitais de Loures e de Lisboa vai entrar em vigor na próxima segunda-feira para servir as populações de Loures, Mafra e Sobral de Monte Agraço.

A câmara do Sobral de Monte Agraço informou em comunicado, que a empresa de transportes Boa Viagem vai colocar em funcionamento, a partir de segunda-feira, uma carreira que vai ligar os concelhos do Sobral e de Mafra aos hospitais de Loures e Pulido Valente, Santa Maria e Instituto Português de Oncologia, em Lisboa, para tornar a linha rentável.

A nova linha, que atravessa ainda as localidades de Pero Negro, Sapataria (Sobral de Monte Agraço), Milharado, Póvoa da Galega (Mafra), Cabeço de Montachique e centro de Loures, vai ficar em regime experimental até ao final de Abril.

A solução, criada no sentido de resolver o problema da falta de transportes ao hospital de Loures pelas populações de Mafra e Sobral de Monte Agraço, foi decidida em reuniões entre estes municípios e o Instituto da Mobilidade e dos Transportes e a Autoridade Metropolitana de Transportes de Lisboa.

Segundo a informação disponibilizada, vão existir dois horários por dia, com saída do Sobral de Monte Agraço às 07:30 e 13:45 e partida de Lisboa às 11:20 e 17:30, passando pelo hospital de Loures às 11:50 e 18:00.

O Hospital Beatriz Ângelo, inaugurado em Janeiro de 2012, serve 272 mil habitantes dos concelhos de Loures, Odivelas, Sobral de Monte Agraço e as freguesias de Malveira, Santo Estêvão das Galés e Venda do Pinheiro do concelho de Mafra.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas