Grande fórum nacional da doença vascular cerebral
DATA
03/02/2014 13:18:54
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Grande fórum nacional da doença vascular cerebral

8congressoavcNos próximos dias 6 a 8 de Fevereiro realiza-se, no Centro de Congressos do Hotel Porto Palácio, no Porto, o 8.º Congresso do Acidente Vascular Cerebral (AVC) organizado pela Sociedade Portuguesa do AVC, onde se esperam mais de 700 participantes. A sessão de abertura do evento conta com a intervenção do Prof. Fernando Pádua.

“Novos dados sobre a prevalência dos factores de risco em Portugal” é o tema da conferência que revelará os resultados do estudo E-Cor, desenvolvido pelo Instituto Nacional de Saúde Pública, coordenado por Mafalda Bourbon.

A radiografia de uma população que não se encontra sistematicamente estudada, de forma a fornecer os dados necessários sobre o risco de AVC em Portugal aos médicos e aos decisores políticos. O estudo propõe-se determinar a prevalência dos principais factores de risco vascular na população portuguesa, nomeadamente o consumo de tabaco, a diabetes, o colesterol elevado, entre outros.

Para além da prevenção e depois do tratamento o tema “Melhorar a vida após AVC” fala da reinserção profissional, da depressão e da condução de automóveis, como faces de uma realidade complexa: a da recuperação do doente.

A “reabilitação cognitiva” é também um tema em destaque, com o relato da “Experiência de um centro de reabilitação cognitiva britânico, por Jill Winegardner que escreveu sobre a vida depois da lesão cerebral.

Crónicas de uma pandemia anunciada
Editorial | Jornal Médico
Crónicas de uma pandemia anunciada

Era 11 de março de 2020, quando a Organização Mundial de Saúde declarou o estado de Pandemia por COVID-19 e a organização dos serviços saúde, como conhecíamos até então, mudou. Reorganizaram-se serviços, redefiniram-se prioridades, com um fim comum: combater o SARS-CoV-2 e evitar o colapso do Serviço Nacional de Saúde, que, sem pandemia, já vivia em constante sobrecarga.

Mais lidas