ARS Alentejo empenhada no combate à violência doméstica
DATA
12/08/2016 11:43:56
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



ARS Alentejo empenhada no combate à violência doméstica

violencia_domestica

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo obteve aprovação da candidatura ao Portugal 2020 – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE) para  promoção de ações de sensibilização e campanhas no domínio da igualdade de género, prevenção e combate à violência doméstica.

De acordo com notícia avançada no website da ARS, estas ações têm por objetivo a promoção da igualdade, em particular a equidade em saúde, bem como a prevenção da violência interpessoal no ciclo e nos vários contextos de vida das pessoas. O projeto terá a  duração de 36 meses, e será desenvolvido entre setembro de 2016 e setembro de 2019.

De âmbito regional, o público-alvo são todos os profissionais de saúde, preferencialmente os que constituem os Núcleo de Apoio e Crianças e Jovens em Risco, N(H)ACJR, e Equipas de Prevenção da Violência nos Adultos (EPVA) com inclusão de profissionais de entidades da comunidade da rede de parceiros.

De referir a importância do envolvimento e participação de todos os profissionais de saúde nas campanhas de sensibilização nas referidas temáticas dirigida a vários públicos-alvo, configurada na lema: “Na violência, Não se Trabalha Sozinho e Todas as Pessoas são Importantes”.

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas