Revogação da Obamacare vai deixar 18 milhões sem seguro de saúde
DATA
18/01/2017 11:37:02
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Revogação da Obamacare vai deixar 18 milhões sem seguro de saúde

A revogação por parte dos republicanos da reforma da saúde, conhecida como Obamacare, vai deixar 18 milhões de pessoas sem seguro de saúde em 2017, indicou terça-feira a Agência do Congresso para o Orçamento (CBO).

A CBO, um órgão não partidário do Congresso, assegura que se for adicionada à reforma a eliminação dos subsídios e o aumento da Medicaid, que fornece seguros às famílias de baixos recursos, o número de pessoas sem seguro de saúde será de 32 milhões até 2026.

A Lei da Cobertura Médica Acessível, conhecida como Obamacare, foi uma das prioridades do Presidente cessante dos Estados Unidos da América, Barack Obama, quando chegou à Casa Branca e tem sido questionada sucessivamente pela oposição republicana.

Os dados da CBO aumentam a pressão sobre os republicanos, que contam agora com a maioria no Congresso e o Presidente eleito, Donald Trump, para apresentar uma alternativa depois da revogação da Obamacare, como prometeram.

Até ao momento, tanto o Presidente eleito, Donald Trump, como os líderes republicanos não apresentaram detalhes específicos sobre o plano que vão apresentar para substituir a Obamacare.

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas