Justiça e Saúde criam protocolo na área de cuidados a reclusos
DATA
20/01/2017 10:06:49
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Justiça e Saúde criam protocolo na área de cuidados a reclusos

O Instituto de Saúde Ricardo Jorge e a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais assinam hoje um protocolo para garantir os cuidados de saúde a reclusos de 11 cadeias.

Entre os cuidados de saúde a prestar pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) aos reclusos constam análises clínicas e prescrições de exames de diagnóstico.

Todos os reclusos dos 11 estabelecimentos prisionais do país, bem como os que se encontram internados no Hospital Prisional de São João de Deus, em Caxias, encontram-se abrangidos por este protocolo que hoje é oficializado.

O acordo tem a duração de um ano e indica que o serviço será debitado às Administrações Regionais de Saúde, havendo lugar a um desconto de 10% sobre o preço da tabela utilizada pelo Serviço Nacional de Saúde.

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas