×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 34880
Secretário de Estado da Saúde inaugura segunda Unidade de Saúde Familiar na Lourinhã
DATA
23/01/2017 11:06:11
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Secretário de Estado da Saúde inaugura segunda Unidade de Saúde Familiar na Lourinhã

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde inaugurou a segunda Unidade de Saúde Familiar (USF) do concelho da Lourinhã, que vai servir 9200 utentes.

"Sempre que conseguimos que uma nova USF entre em funcionamento é um motivo de orgulho, porque acreditamos que é a base da reforma dos cuidados primários", afirmou Fernando Araújo.

Na cerimónia, o governante lembrou que, em 2016, foram colocados mais de 300 médicos de família, o que corresponde "à maior contratação de sempre do Serviço Nacional de Saúde".

A colocação desses profissionais permitiu reduzir, de 1,2 milhões para 700 mil, os utentes sem médico de família.

"Este ano e o próximo, em princípio, serão suficientes para conseguirmos dar uma cobertura global [de médicos de família] à população", acrescentou.

Com a abertura da segunda USF na Lourinhã, a lista de utentes sem médico de família é reduzida para cerca de três mil cidadãos, de um total de cerca de 25 mil utentes inscritos, ficando em falta dois médicos.

A USF D. Sebastião é composta por cinco médicos, cinco enfermeiros e cinco assistentes técnicos e vai funcionar não só no centro de saúde da sede do concelho, como também nas extensões das freguesias da Moita dos Ferreiros e do Reguengo Grande, para dar resposta à dispersão populacional.

Esta unidade junta-se a outras oito já existentes no Agrupamento de Centros de Saúde Oeste Sul, ao qual pertencem Cadaval, Lourinhã, Mafra, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras, que serve cerca de 200 mil utentes.

A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Joana Romeira Torres
A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
A Organização Mundial de Saúde alude que os Cuidados de Saúde Primários (CSP) são cruciais para a obtenção de promoção da saúde a nível global. Neste sentido, a Organização Mundial dos Médicos de Família (WONCA) tem estabelecido estratégias que têm permitido marcar posição dos mesmos na comunidade médica geral.

Mais lidas