Paulo Morgado indigitado novo presidente da ARS Algarve
DATA
23/02/2017 10:49:44
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Paulo Morgado indigitado novo presidente da ARS Algarve

O médico Paulo Morgado vai ocupar a 1 de março o cargo de presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve, na sequência da saída do atual presidente, João Moura Reis.

Segundo um despacho do ministro da Saúde publicado em Diário da República na quarta-feira, Paulo Morgado e Josélia Gonçalves são designados, em regime de substituição, para exercerem os cargos de presidente e vogal do conselho diretivo daquele organismo a partir da próxima quarta-feira.

A nova equipa de dirigentes assume funções após terem ficado vagos os cargos de presidente e de um vogal do conselho diretivo da ARS/Algarve, "na sequência da cessação da comissão de serviço a pedido dos anteriores titulares", João Moura Reis e Nuno Sancho Ramos, lê-se no despacho.

Paulo Morgado, médico de 56 anos, licenciado pela Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa, é coordenador da Unidade de Cuidados de Saúde Primários (UCSP) de Lagos desde julho de 2014 e presidente da Assembleia Municipal de Lagos.

Josélia Gonçalves, socióloga de 45 anos, licenciada pela Universidade de Évora, era desde outubro de 2013 a chefe do gabinete da presidência da Câmara de São Brás de Alportel. O médico João Moura Reis, que agora cessa funções, ocupava o cargo desde outubro de 2013.

Deixar cair com violência o que é desnecessário e aproveitar a oportunidade
Editorial | Rui Nogueira, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
Deixar cair com violência o que é desnecessário e aproveitar a oportunidade

Assaltar o desnecessário. Rasgar a burocracia. Rejeitar o desperdício. Anular a perda de tempo. As aprendizagens da pandemia serão uma ótima oportunidade para acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. O estado de emergência e o estado de calamidade ensinaram-nos muito! É necessário desconfinar o centro de saúde e reinventar o conceito com unidades de saúde aprendentes e inovadoras.

Mais lidas