Ordem dos Médicos propõe criação de bolsas e apoios para formação contínua
DATA
28/11/2017 10:42:31
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Ordem dos Médicos propõe criação de bolsas e apoios para formação contínua

A Ordem dos Médicos (OM) pretende que os clínicos tenham formação contínua e que demonstrem as competências adquiridas e, para tal, encontra-se a estudar a criação de bolsas e de outros apoios à formação médica.

O bastonário da OM, Miguel Guimarães, considera essencial a formação contínua dos médicos especialistas e quer ajudar a promover esta atualização de conhecimentos, através da implementação de “bolsas e ferramentas de apoio à formação médica”.

Quanto à demonstração desta atualização “poderá consistir na apresentação de um documento que resuma e ateste a atividade profissional desenvolvida pelo médico num determinado número de anos e seguindo um padrão proposto pelo respetivo colégio de especialidade”, explicou Miguel Guimarães.

Deste modo, encontra-se a ser estudado um programa de formação contínua pelo Conselho Nacional para a Formação Médica Contínua da OM, contando com o contributo dos vários colégios de especialidade e das sociedades científicas. O objetivo, garante Miguel Guimarães, é começar a aplicar o plano já no próximo ano.

Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve
Editorial | Gil Correia
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve

É quase esquizofrénico no mesmo mês em que se discute a carência de Médicos de Família no SNS empurrar, por decreto, os doentes que recorrem aos Serviços de Urgência (SU) hospitalares para os Centros de Saúde. A resolução do problema das urgências em Portugal passa necessariamente pelo repensar do sistema, do acesso e de formas inteligentes e eficientes de garantir os cuidados na medida e tempo de quem deles necessita. Os Cuidados de Saúde Primários têm aqui, naturalmente, um papel fundamental.