Legionella: BE quer inspeções periódicas urgentes
DATA
30/01/2018 10:43:04
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Legionella: BE quer inspeções periódicas urgentes

A coordenadora do BE disse que é urgente entrar em vigor a lei aprovada pelo Parlamento para que voltem a ser feitas inspeções regulares para deteção da bactéria legionella.

“Esperamos que o processo legislativo avance rapidamente, porque o fim das inspeções tem enormes danos para a saúde”, afirmou Catarina Martins aos jornalistas, à margem de uma sessão com alunos sobre igualdade de género na Escola Secundária José Saramago, em Mafra.

Em dezembro, a Assembleia da República aprovou, na generalidade, projetos de lei do BE, PSD, PEV e PAN) para evitar e combater novos surtos de legionella.

A coordenadora do BE criticou o anterior governo [PSD/CDS] dizendo que “acabou tanto com as inspeções periódicas à qualidade do ar interior, como com a recolha para análise de colónias”

“A legionella é uma bactéria que existe, mas tem de ser controlada e precisamos dessas inspeções para perceber se está a reproduzir-se. O fim das inspeções determinou que não se soubesse e que houvesse infeções”, acrescentou.

Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve
Editorial | Gil Correia
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve

É quase esquizofrénico no mesmo mês em que se discute a carência de Médicos de Família no SNS empurrar, por decreto, os doentes que recorrem aos Serviços de Urgência (SU) hospitalares para os Centros de Saúde. A resolução do problema das urgências em Portugal passa necessariamente pelo repensar do sistema, do acesso e de formas inteligentes e eficientes de garantir os cuidados na medida e tempo de quem deles necessita. Os Cuidados de Saúde Primários têm aqui, naturalmente, um papel fundamental.