Jornal Médico Grande Público

Subfinanciamento do SNS: CIP exige um ponto final
DATA
12/02/2018 13:05:10
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Subfinanciamento do SNS: CIP exige um ponto final

A Confederação Empresarial de Portugal (CIP) apontou, em comunicado, que “as conclusões do relatório da auditoria do Tribunal de Contas à conta consolida do Ministério da Saúde confirmam a urgência de definir um orçamento plurianual e de avançar para uma Lei de Meios que identifique de forma clara os meios de financiamento necessários para a saúde”.

Na perspetiva da CIP, o relatório publicado é “muito claro, taxativo, e vem confirmar que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) padece de “uma debilidade financeira acentuada”, e que há em si “um elevado grau de descapitalização”.

“Este cenário tem vindo a arrastar-se há demasiados anos e só não coloca em causa a sustentabilidade do SNS e a prestação universal e equitativa dos cuidados de saúde aos portugueses, porque as empresas têm acomodado estes efeitos”, critica, acrescentando que a saúde deve ser assumida como uma prioridade, principalmente pelos decisores políticos.

Assim, “a CIP reitera a importância de definir um orçamento plurianual para o SNS e volta a defender a urgência de avançar para uma Lei de Meios que permita identificar claramente os meios de financiamento necessários para a saúde”.

Relatório Primavera: verdades e consequências
Editorial
Rui Nogueira
Relatório Primavera: verdades e consequências

“Ó Costa aguenta lá o SNS” foi o pedido de António Arnaut em maio do ano passado, poucos dias antes de nos deixar. Mas o estado da saúde em Portugal está mal ou bem ou vai indo? Está melhor ou pior? O SNS dá as respostas úteis às necessidades de saúde da população? O Relatório de Primavera ajuda a fazer interpretações fundamentadas.

news events box

Mais lidas