Doenças neurodegenerativas: Portugal recebe especialistas internacionais
DATA
10/04/2018 11:14:54
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Doenças neurodegenerativas: Portugal recebe especialistas internacionais

Com o objetivo de elevar a troca de conhecimentos e o desenvolvimento de novas abordagens capazes de contribuir para o avanço da investigação na área das doenças neurodegenerativas, o BioISI Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas – organiza, na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, entre 21 e 23 de Junho 2018, o workshop “Abordagens Integrativas na Neurodegeneração”, promovido pelo consórcio FlySMALS, financiado no âmbito do Programa Conjunto de Investigação em Doenças Neurodegenerativas da União Europeia (EU JPND research).

A coordenadora da Unidade de Expressão Génica e Regulação do BioISI, Margarida Gama Carvalho, refere que “os dez projetos financiados no âmbito do concurso ‘Cross-Disease Analysis of Pathways’, em que se inclui o FlySMALS, terminam este ano e, como tal, eleva-se a curiosidade e a vontade de partilhar os resultados da investigação desenvolvida, procurando integrá-la com o estado-da-arte da investigação nesta área. Este workshop vai promover a discussão integrada de tópicos de investigação em doenças neurodegenerativas por um painel de 20 especialistas de renome, entre os quais 14 investigadores internacionais, incluindo os membros do consórcio FlySMALS e de dois outros consórcios europeus financiados no âmbito deste programa”.

O programa do workshop procura promover a análise das doenças além das fronteiras clínicas tradicionais, combinando abordagens experimentais fundamentais, clínicas e pré-clínicas, com abordagens computacionais; redefinição de fenótipos clínicos e novas abordagens no tratamento de doenças neurodegenerativas; e identificação de semelhanças e diferenças nas vias moleculares subjacentes às doenças neurodegenerativas.

As inscrições já estão a decorrer e podem ser feitas através do preenchimento do seguinte formulário online: https://goo.gl/4C5rko.

O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo
Editorial | Jornal Médico
O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo

O Novo Livro Azul da APMGF é um desejo e uma necessidade. Volvidos 30 anos é fácil constatar que todos os princípios e valores defendidos no Livro Azul se mantêm incrivelmente atuais, apesar da pertinência do rejuvenescimento que a passagem dos anos aconselha. É necessário pensar, idealizar e projetar a visão sobre os novos centros de saúde, tendo em conta a realidade atual e as exigências e necessidades sentidas no futuro que é já hoje. Estamos a iniciar um novo ciclo!

Mais lidas