APDP celebra 92.º aniversário com Grande Encontro da Diabetes
DATA
23/05/2018 12:44:24
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


APDP celebra 92.º aniversário com Grande Encontro da Diabetes

No âmbito do 92.º aniversário, a Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP) vai realizar, este sábado, dia 26 de maio, o Grande Encontro da Diabetes, no Fórum Lisboa, prometendo um dia animado a todos aqueles que vivem direta ou indiretamente com a diabetes.

O encontro que está previsto começar às 10:00 destina-se a pessoas com diabetes de todas as idades, bem como aos respetivos familiares e amigos.

“Ao realizar o Grande Encontro da Diabetes, a APDP tem como objetivo criar um momento de partilha de experiências entre pessoas que têm em comum o facto de viverem com a diabetes, dando-lhes a possibilidade de em ambiente descontraído, poderem trocar experiências e obter mais informação através dos profissionais de saúde aí presentes”, explica o presidente desta associação, José Manuel Boavida.

O programa inclui uma peça de teatro sobre educação terapêutica e um espaço de debate sobre a importância da alimentação, “À volta da Mesa”, que conta com a participação do Chef Fábio Bernardino e dos nutricionistas Manuel Laginha e Vera Dias, onde serão abordados, entre outros temas, a escolha e a confeção dos alimentos na diabetes.

Esta iniciativa promete ainda momento de grande emoção, como a entrega de medalhas e homenagem a pessoas que vivem há 50 ou mais anos com esta patologia.

Durante a tarde os visitantes podem assistir a um espetáculo de música e poesia que contará com a presença de Rão Kyao, José Barata Moura, José Fanha, Jorge Baptista da Silva, Elsie Rosa da Cunha, Horácio Negrão e Luís Nazaré.

Estão também previstas atividades variadas, nomeadamente a realização de uma aula de Chi Kung, Jogos Tradicionais e a Hora do Conto.

Pode consultar o programa completo aqui.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas