Nutricionistas criam ferramenta para avaliar estado nutricional das crianças internadas
DATA
01/06/2018 16:02:06
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Nutricionistas criam ferramenta para avaliar estado nutricional das crianças internadas

Os hospitais têm, a partir de hoje, uma ferramenta desenvolvida pela Ordem dos Nutricionista (ON) que permite avaliar o estado nutricional das crianças que são internadas e intervir de forma adequada em casos de riscos.

“Os estudos que existem em relação ao risco nutricional das crianças internadas nos hospitais portugueses dizem que mais de metade das crianças e adolescentes em internamento hospitalar estarão em risco nutricional e, neste sentido, é preciso que haja uma ferramenta adequada para fazer a deteção deste risco e precocemente intervirmos”, explicou, em declarações à agência Lusa, a bastonária da Ordem dos Nutricionistas, Alexandra Bento.

Segundo a nutricionista, “uma parte substancial [destas crianças] poderá estar desnutrida”.

Para avaliar o estado nutricional das crianças internadas, a ON lançou, hoje, Dia Mundial da Criança, a “Norma de Orientação Profissional para Identificação do Risco Nutricional em Idade Pediátrica” e apela aos profissionais de saúde que utilizem a ferramenta “STRONGkids”.

Trata-se de uma ferramenta que permite avaliar “a presença de patologias, observa sintomas indicativos de mau estado nutricional, testa a diminuição da ingestão alimentar, bem como a perda de peso e, mediante os resultados, adapta a intervenção a seguir”, explicou Alexandra Bento.

“Se a desnutrição for precocemente identificada fazemos uma intervenção nutricional atempada e adequada e vamos reduzir complicações, vamos reduzir tempo de internamento, vamos reduzir custos para todo o sistema de saúde”, salientou.

Nesse sentido, “é importantíssimo que esse rastreio ao estado nutricional das crianças que são internadas seja feito com as ferramentas adequadas”, defendeu a bastonária, adiantando que, na norma, está “devidamente explicitado” o que deve ser feito quando “uma criança é internada num hospital do país”, sublinhou.

Através da “STRONGkids”, a ON espera que a questão nutricional das crianças seja acautelada desde a entrada no estabelecimento hospitalar.

Doença Venosa

Isolamento social com apoio de proximidade e em segurança
Editorial | Jornal Médico
Isolamento social com apoio de proximidade e em segurança

O futuro tem hoje 5 dias! Inacreditável! Quem é que tem agenda para mais de 5 dias? A pandemia COVID-19 alterou profundamente a vida quotidiana, a prestação de cuidados de saúde e a organização dos serviços de saúde está totalmente alterada. O isolamento social é a orientação primordial de confrontação da pandemia. Mas é necessário promover o apoio de proximidade essencial e aprender a fazê-lo em segurança.

Mais lidas