Parlamento recomenda reforço de médicos em Nossa Senhora de Fátima
DATA
15/06/2018 16:24:43
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Parlamento recomenda reforço de médicos em Nossa Senhora de Fátima

O parlamento aprovou, hoje, uma recomendação apresentada pelo BE para o reforço do atendimento médico à população de Nossa Senhora de Fátima, no concelho de Aveiro.

O projeto de resolução, que contou com a abstenção do PS e votos favoráveis dos restantes partidos, recomenda ao Governo que “reforce o atendimento médico na extensão de saúde de Nossa Senhora de Fátima da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados Aveiro II, aumentando o número de dias e de horas semanais com a presença de médico".

A prestação de "cuidados de enfermagem durante todos os dias úteis" nesta extensão de saúde outra das sugestões, agora, aprovada pela Assembleia da República (AR).

A AR aprovou ainda, por unanimidade, um texto final da comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, relativo a projetos de resolução do PSD e do PS, recomendando um estudo para "uma intervenção no troço entre Montemor-o-Novo e Santana do Mato".

A requalificação da Escola Básica e Secundária de Rebordosa também voltou a ser discutida no parlamento, para aprovação do texto final resultante de projetos de resolução, apresentados pelo PCP, BE, PSD e CDS-PP, que pedem a requalificação deste estabelecimento de ensino.

De salientar que todos estes projetos de resolução foram aprovados, com a abstenção do PS, no passado dia 30 de maio.

O texto final da comissão de Educação, também, foi aprovado com a abstenção do PS, tendo os restantes partidos votado a favor.

A mudança necessária
Editorial | Jornal Médico
A mudança necessária

Os últimos meses foram vividos por todos nós num contexto absolutamente anormal e inusitado.

Atravessamos tempos difíceis, onde a nossa resistência é colocada à prova em cada dia, realidade que é ainda mais vincada no caso dos médicos e restantes profissionais de saúde. Neste âmbito, os médicos de família merecem certamente uma palavra de especial apreço e reconhecimento, dado o papel absolutamente preponderante que têm vindo a desempenhar no combate à pandemia Covid-19: a esmagadora maioria dos doentes e casos suspeitos está connosco e é seguida por nós.

Mais lidas