Hospital Garcia de Orta contrata 52 profissionais de saúde
DATA
09/07/2018 11:47:11
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Hospital Garcia de Orta contrata 52 profissionais de saúde

O Hospital Garcia de Orta (HGO), em Almada, vai contratar 52 novos profissionais de saúde para colmatar a passagem do horário das 40 para as 35 horas semanais.

Segundo o HGO, serão contratados 23 enfermeiros, 23 assistentes operacionais, dois assistentes técnicos, um técnico superior de farmácia e três técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, para as especialidades de patologia clínica, cardiopneumologia e radiologia.

Estes 52 profissionais de saúde vão ajudar a “ultrapassar eventuais constrangimentos que possam ocorrer com a alteração do período normal de trabalho para as 35 horas semanais”, explicou o HGO em comunicado.

O Hospital de Almada evidenciou, ainda, que estas contratações são “um contributo para a melhoria contínua dos cuidados de saúde que são prestados às populações”, não só de Almada, como de todo a Península de Setúbal.

De acordo com o Ministério da Saúde, até maio foram contratados 1.600 profissionais para suprir as necessidades da passagem de trabalhadores às 35 horas de trabalho semanais e serão contratados, este mês, mais dois mil profissionais de saúde.

O ministro da Saúde tem reiterado que o Governo e os hospitais estão a fazer um planeamento “como nunca foi feito”, contudo não se compromete com a contratação adicional de profissionais após verão e indica que não deverá haver margem financeira para contratar o número desejável de profissionais.

Isolamento social com apoio de proximidade e em segurança
Editorial | Jornal Médico
Isolamento social com apoio de proximidade e em segurança

O futuro tem hoje 5 dias! Inacreditável! Quem é que tem agenda para mais de 5 dias? A pandemia COVID-19 alterou profundamente a vida quotidiana, a prestação de cuidados de saúde e a organização dos serviços de saúde está totalmente alterada. O isolamento social é a orientação primordial de confrontação da pandemia. Mas é necessário promover o apoio de proximidade essencial e aprender a fazê-lo em segurança.

Mais lidas