Gaia: Unidade de Saúde da Madalena abre no 2.º semestre de 2019
DATA
31/08/2018 16:25:03
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Gaia: Unidade de Saúde da Madalena abre no 2.º semestre de 2019

A nova Unidade de Saúde da Madalena, em Vila Nova de Gaia, vai entrar em funcionamento no segundo semestre do próximo ano, servindo mais de cinco mil utentes, avançou a Administração Regional de Saúde do Norte (ARSN).

Em comunicado, a ARSN dá nota de uma visita à obra realizada esta manhã, que juntou o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, o presidente de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, entre outros dirigentes e autarcas.

“Apesar da necessidade de novas instalações e do projeto de execução estar concluído desde 2010 só oito anos depois começa esta obra, que visa a criação de condições para a Unidade de Saúde da Madalena fique em instalações modernas, humanizadas e amiga das pessoas”, lê-se no comunicado, citado pela agência Lusa.

A ARSN reconhece que o novo equipamento substitui a utilização de um edifício arrendado que não reúne "os requisitos mínimos legais e regulamentares para o fim a que se destina, a prestação de cuidados de saúde".

A Unidade de Saúde da Madalena está a ser construída num terreno de cerca de 3.500 metros quadrados cedido, em regime de direito de superfície, pela câmara de Vila Nova de Gaia.

Com cerca de 1.200 metros quadros, o projeto inclui um módulo de saúde familiar com oito gabinetes médicos, seis gabinetes de enfermagem, duas salas de tratamento, dois gabinetes de vacinas e injetáveis e uma sala de Inaloterapia, bem como zonas de saúde materna e de saúde infantil e áreas de apoio.

Note-se que o valor total da obra ronda 1,7 milhões de euros, tendo comparticipação do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Joana Romeira Torres
A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
A Organização Mundial de Saúde alude que os Cuidados de Saúde Primários (CSP) são cruciais para a obtenção de promoção da saúde a nível global. Neste sentido, a Organização Mundial dos Médicos de Família (WONCA) tem estabelecido estratégias que têm permitido marcar posição dos mesmos na comunidade médica geral.

Mais lidas