SIM pede “soluções” para Hospital da Guarda
DATA
01/10/2018 11:38:36
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


SIM pede “soluções” para Hospital da Guarda

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) pediu à Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) que "procure soluções" para o Hospital da Guarda, onde se demitiram recentemente três coordenadores de serviços.

Em comunicado enviado às redações, o SIM "solidariza-se com os dirigentes médicos do Hospital Sousa Martins - Guarda que colocaram o seu cargo à disposição, protestando pela falta de condições de trabalho e de recursos humanos".

No mesmo documento, o sindicato "saúda a pronta intervenção do presidente da Secção Regional da Ordem dos Médicos do Centro que se disponibilizou para encontrar soluções, reunindo com os senhores diretores de Serviço, no próximo dia 19 de outubro".

O SIM apelou à "presidente da ARSC para que encare os problemas de frente e procure soluções para um hospital muito carenciado no interior do país".

Recorde-se que na passada quarta-feira, a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos considerou que esta ULS vive uma situação "explosiva", que será analisada no próximo dia 19 de outubro.

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas