OM: “Mudança de ministro não é solução sem um OE adequado”
DATA
15/10/2018 11:30:41
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




OM: “Mudança de ministro não é solução sem um OE adequado”

A Ordem dos Médicos (OM) está disponível para colaborar com a nova ministra da Saúde, Marta Temido, aguardando com expetativa o novo Orçamento de Estado (OE).

“Se não houver aumento do orçamento para a Saúde, não é uma mudança de ministro que vai levar à melhoria da situação do setor”, afirma Miguel Guimarães, citado numa nota de imprensa da OM.

Comentando as alterações no Governo, anunciadas este domingo, que dão conta da saída de Adalberto Campos Fernandes, o bastonário recorda que “apesar das divergências conhecidas sobre a prática das políticas de saúde, sempre existiu diálogo com o ministro da Saúde, mas, com esta suborçamentação no setor, a maioria das medidas necessárias nunca foi além das palavras”.

Miguel Guimarães salienta, ainda, que “não é o anúncio de uma nova ministra que representa uma solução para os problemas da Saúde”.

Para o bastonário, “sem um orçamento adequado nenhum ministro conseguirá ter um plano construtivo para a Saúde, que permita resolver as principais insuficiências e deficiências do Serviço Nacional de Saúde”.

Contudo, a OM deixa votos de sucesso à nova ministra da Saúde, Marta Temido, mostrando a sua total disponibilidade de colaboração.

2020: Linhas de provocação de uma nova década com novas obrigações para novos contextos
Editorial | Rui Nogueira
2020: Linhas de provocação de uma nova década com novas obrigações para novos contextos

Este ano está quase a terminar e uma nova década vai chegar. O habitual?! Veremos! Na saúde temos uma viragem em curso e tal como há 40 anos, quando foi fundado o Serviço Nacional de Saúde (SNS), há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções.

Mais lidas