SPAVC organiza 9.ª Reunião Nacional das Unidades de AVC
DATA
24/10/2018 11:25:46
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


SPAVC organiza 9.ª Reunião Nacional das Unidades de AVC

A Sociedade Portuguesa do AVC (SPAVC) organiza já esta sexta-feira, dia 26 de outubro, a 9.ª Reunião Nacional das Unidades de AVC, que terá lugar no Hotel Olissipo Oriente, em Lisboa.

O programa do evento inclui a apresentação do estudo “Caracterização da avaliação e tratamento de reabilitação nas Unidades de AVC em Portugal”, que analisou as áreas essenciais ao desempenho da reabilitação em contexto de Unidades de AVC (UAVC).

Este estudo tem por base um “questionário desenvolvido a partir das orientações mais atuais de reabilitação nas UAVC do território nacional, ilhas incluídas”, explicou a fisiatra Ana Alves.

De acordo com a médica, o grupo de trabalho composto por três fisiatras procurou saber de que forma “os diferentes hospitais e respetivas equipas se encontram segundo as orientações emanadas das principais organizações científicas, nacionais/internacionais da reabilitação do AVC”.

“Não é fácil fazer uma leitura linear dos dados obtidos porque aquilo que avaliámos não expressa toda a complexidade da atuação da reabilitação, mas dentro das suas limitações permite-nos perceber como estamos a atuar na fase aguda do AVC ao nível da reabilitação, apontando já algumas direções futuras”, destacou Ana Alves.

Nas visitas às UAVC estiveram sempre presentes um ou mais elementos do grupo de trabalho, e o médico responsável e/ou médico fisiatra da UAVC. “Estas visitas presenciais permitiram-nos conhecer de perto as diferentes realidades e o modo como as equipas se articulam, dentro das suas particularidades”, explicou Ana Alves.

Além da apresentação deste estudo, a reunião da SPAVC irá ainda abordar temáticas como a “Disfunção nervosa superior pouco comum no AVC agudo”, “Crises epiléticas no AVC isquémico agudo”, “Organização regional da terapêutica de reperfusão”, entre outros temas.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas