OM alerta Governo para sucessivas falhas nos sistemas informáticos
DATA
08/11/2018 14:56:37
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


OM alerta Governo para sucessivas falhas nos sistemas informáticos

A Ordem dos Médicos (OM) enviou um ofício ao Ministério da Saúde e aos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) a alertar para as “sucessivas falhas nos sistemas informáticos” e a “excessiva burocratização” que penaliza a relação médico-doente nas consultas.

“Não só são exigidos aos médicos cada vez mais procedimentos informáticos supérfluos, que só penalizam o tempo destinado a observar os doentes e podem comprometer a qualidade dos cuidados de saúde, como os próprios sistemas e aplicações que nos obrigam a utilizar não funcionam muitas vezes”, alerta Miguel Guimarães, citado pela agência Lusa.

No ofício enviado ao Ministério da Saúde e aos SPMS, o bastonário dá conta desta situação, considerando-a “uma vergonha”.

Recorde-se que, em julho, o responsável dos médicos já tinha alertado os responsáveis políticos para uma circular normativa emitida pela gestão dos sistemas informáticos das unidades de saúde, na qual integravam mais um procedimento para emissão de receituário que veio aumentar o tempo dedicado ao computador e ao cumprimento de burocracias administrativas, penalizando o tempo útil dedicado ao doente.

Para Miguel Guimarães, “a modernização dos sistemas informáticos devia servir para agilizar e não para comprometer a relação médico-doente”. Contudo, “as fragilidades constantes do sistema não servem os doentes nem os profissionais de saúde”, apontou.

O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo
Editorial | Jornal Médico
O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo

O Novo Livro Azul da APMGF é um desejo e uma necessidade. Volvidos 30 anos é fácil constatar que todos os princípios e valores defendidos no Livro Azul se mantêm incrivelmente atuais, apesar da pertinência do rejuvenescimento que a passagem dos anos aconselha. É necessário pensar, idealizar e projetar a visão sobre os novos centros de saúde, tendo em conta a realidade atual e as exigências e necessidades sentidas no futuro que é já hoje. Estamos a iniciar um novo ciclo!

Mais lidas