SPMI: Número de doentes na Urgência aumenta mais de 30% em dezembro
DATA
06/12/2018 12:38:40
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



SPMI: Número de doentes na Urgência aumenta mais de 30% em dezembro

No âmbito das comemorações do seu 67.º aniversário, a Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) assinala, pela primeira vez, o Mês da Medicina Interna, com o objetivo de destacar a importância desta especialidade médica no contexto hospitalar.

“Em dezembro, os Serviços de Medicina Interna têm de responder ao aumento das necessidades de internamento do Serviço de Urgência, que aumentam a sua lotação em mais de 30%. Tantos doentes a mais são tratados com o mesmo número de internistas, sem qualquer compensação adicional, mantendo a qualidade assistencial”, explica o presidente da SPMI, João Araújo Correia.

“O doente agudo grave ou menos grave, e o que é portador de doença crónica descompensada, todos recorrem ao Serviço de Urgência do hospital, onde se sentem seguros e confiantes nas mãos dos internistas”, acrescenta o responsável, frisando que “os portugueses podem continuar a contar com a dedicação dos internistas”.

A propósito do aniversário, que será assinalado já no próximo dia 14 de dezembro, João Araújo Correia lembra que a SPMI é “a maior Sociedade Científica Médica Portuguesa [com 2500 sócios]”, registando ainda 940 internos em formação.

Note-se que a Medicina Interna é já a maior especialidade médica hospitalar, representando 13% do total.

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas