Jornal Médico Grande Público

Rethinking Hospital 2019 debate futuro dos hospitais em Portugal
DATA
17/12/2018 11:47:48
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Rethinking Hospital 2019 debate futuro dos hospitais em Portugal

O Rethinking Hospital 2019, fórum de debate hospitalar, que terá lugar nos dias 1 e 2 de fevereiro, no Centro de Congressos Hotel Aqualuz, em Tróia, vai fomentar um debate sobre a atualidade e o futuro da realidade hospitalar.

De acordo com a organização do evento, “o futuro dos hospitais passa por uma redefinição do seu modelo, pela readaptação do seu papel para manter a sustentabilidade e pela criação de valor que os diferencie e posicione em primeiro plano como player nos cuidados de saúde”.

Este fórum pretende, assim, promover a discussão e o debate sobre a realidade hospitalar em Portugal e envolver os hospitais transversalmente, nas suas áreas mais nobres de atividade, num debate sobre as tendências, as ameaças e as oportunidades do momento presente, bem como repensar e discutir o papel de cada departamento enquanto motor social e económico num momento especialmente crítico para a economia.

O grande objetivo é estimular “a consciência da mudança e a forma como se pode desenvolver o modelo em prol da eficácia dos serviços e da eficiência na gestão multidisciplinar”.

Fazem parte do advisory board: o coordenador nacional para a estratégia do medicamento do MS, Helder Mota Filipe; o secretário geral da APAH, Miguel Lopes; a diretora clínica do HGO, Paula Breia; o responsável da direção nacional da OF, Armando Alcobia; e a diretora dos serviços farmacêuticos do IPO Porto, Florbela Braga.

O debate irá incidir sobre quatro temáticas, nomeadamente o “Financiamento da Saúde”, “O Acesso à Investigação”, “Formação e Desenvolvimento” e “Hospital do Futuro”.

Este evento é dirigido a todos os decisores e intervenientes no processo hospitalar.

Inscreva-se já aqui.

 

Relatório Primavera: verdades e consequências
Editorial
Rui Nogueira
Relatório Primavera: verdades e consequências

“Ó Costa aguenta lá o SNS” foi o pedido de António Arnaut em maio do ano passado, poucos dias antes de nos deixar. Mas o estado da saúde em Portugal está mal ou bem ou vai indo? Está melhor ou pior? O SNS dá as respostas úteis às necessidades de saúde da população? O Relatório de Primavera ajuda a fazer interpretações fundamentadas.

news events box

Mais lidas