OM analisa queixa sobre médico afastado do INEM
DATA
10/01/2019 16:07:23
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



OM analisa queixa sobre médico afastado do INEM

A Ordem dos Médicos (OM) está a analisar uma queixa sobre o clínico António Peças, após este ter sido afastado do INEM por alegadamente se ter recusado a transportar doentes, na sequência de uma denúncia anónima.

De acordo com o bastonário da OM, Miguel Guimarães, o caso está agora nas mãos do conselho disciplinar do Sul da OM.

A Procuradoria-Geral da República também confirmou a existência de um inquérito no Departamento de Investigação e Ação Penal de Évora, que se encontra em investigação e sem arguidos constituídos.

Segundo Miguel Guimarães, a queixa anónima referente ao médico António Peças chegou à OM há “algum tempo”, tendo o assunto sido remetido para o conselho disciplinar, órgão que pode decidir abrir um processo disciplinar.

No início da semana, a SIC divulgou uma reportagem que dava conta de que o médico António Peças foi afastado do INEM depois de ter, alegadamente, simulado uma doença para não transportar um doente, enquanto se encontrava numa corrida de touros.

António Peças é médico cirurgião do hospital de Évora e faz também trabalho para o INEM.

Hoje, o jornal Observador divulga outros dois casos que o INEM terá investigado e em que o médico António Peças terá, alegadamente, mostrado resistência em transportar doentes.

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas