Gripe: Portugal já entrou em fase epidémica
DATA
11/01/2019 10:10:23
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Gripe: Portugal já entrou em fase epidémica

A gripe já entrou em atividade epidémica em Portugal, revela o boletim de vigilância semanal divulgado esta quinta-feira pelas autoridades de saúde.

De acordo com o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), a taxa de incidência de gripe foi de 80,9 casos por 100 mil habitantes na primeira semana de janeiro, com dois subtipos de vírus em circulação.

O número de consultas por síndrome gripal nos centros de saúde manteve uma tendência crescente na maioria das regiões do país.

Na primeira semana de janeiro foram reportados cinco casos de gripe nas 22 unidades de cuidados intensivos que prestaram informação ao INSA. Quatro dos cinco casos dizem respeito a pessoas com mais de 65 anos e três tinham doença crónica.

Só é conhecido o estado vacinal de quatro desses doentes internados, sendo que dois estavam vacinados.

Desde o início da atual época gripal já foram reportados 18 internamentos em cuidados intensivos, sendo em todos eles identificados o vírus influenza do tipo A. Em metade dos casos, o subtipo foi o H1N1.

Na primeira semana do ano, houve pelo menos cinco casos de gripe em crianças com internamento em enfermaria, quatro deles em crianças com menos de três anos e um numa criança com oito anos.

Nessa mesma semana, a mortalidade por todas as causas apresentou valores de acordo com o esperado.

O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo
Editorial | Jornal Médico
O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo

O Novo Livro Azul da APMGF é um desejo e uma necessidade. Volvidos 30 anos é fácil constatar que todos os princípios e valores defendidos no Livro Azul se mantêm incrivelmente atuais, apesar da pertinência do rejuvenescimento que a passagem dos anos aconselha. É necessário pensar, idealizar e projetar a visão sobre os novos centros de saúde, tendo em conta a realidade atual e as exigências e necessidades sentidas no futuro que é já hoje. Estamos a iniciar um novo ciclo!

Mais lidas