Angola: Malária provocou mais de sete mil mortes em 2018
DATA
11/01/2019 16:10:23
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Angola: Malária provocou mais de sete mil mortes em 2018

Angola registou 7.356 mortes por malária em 2018, uma quebra de quase metade face ao ano anterior. Contudo, a doença continua a ser a principal causa de morte no país.

De acordo com um relatório do Ministério da Saúde de Angola, ao qual à agência Lusa teve acesso, no ano passado, aquele país lusófono registou um total de 3.007.111 casos de malária.

Os dados demonstram uma significativa redução do total de óbitos, comparativamente a 2017, ano em que o país registou 13.967 mortes, entre um total de 4.500.221 casos.

Note-se que a malária é a principal causa de morte por doenças em Angola, e igualmente de internamentos hospitalares e ausências escolares ou do trabalho.

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas