Marcelo preocupado com aumento da mortalidade infantil
DATA
22/01/2019 10:00:39
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Marcelo preocupado com aumento da mortalidade infantil

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, mostrou-se preocupado com o aumento da mortalidade infantil, considerando que é preciso apurar as causas de morte.

"Supondo que esses números correspondem à realidade, isso preocupa-me. Porque uma das bandeiras da democracia de abril era uma mudança revolucionária no domínio da mortalidade infantil, uma redução drástica", considerou.

O chefe de Estado defendeu que é preciso apurar as causas que levaram à evolução da mortalidade infantil, de forma a que esta situação não volte a acontecer.

De acordo com os dados oficiais provisórios, os valores da mortalidade infantil são apenas ligeiramente acima dos que foram verificados em 2016. No ano passado, a taxa de mortalidade infantil foi de 3,28 mortes por cada mil nados-vivos, enquanto em 2017 foi de 2,69 e em 2016 de 3,24.

No entanto, a Direção-Geral da Saúde esclareceu que taxa de mortalidade infantil está dentro da normalidade e continua abaixo da média europeia.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas