Jornal Médico Grande Público

Hospitais de Coimbra lançam projeto de humanização
DATA
24/01/2019 18:07:58
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Hospitais de Coimbra lançam projeto de humanização

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) lançou um projeto de humanização da relação entre doentes e profissionais de saúde que vai requerer "muita energia, persistência e resiliência", segundo o coordenador João Pedroso de Lima.

"O ‘Projeto H2 - Humanizar o Hospital' é um projeto de difícil execução, porque implica significativas mudanças de atitude, de comportamento e de cultura", disse o médico, diretor da Unidade de Gestão Intermédia dos Meios de Diagnóstico e Terapêutica do CHUC.

De acordo com João Pedroso Lima, não se trata de "uma corrida de 100 metros", mas de uma "maratona", em que vai ser necessário "muita energia e muita dedicação". O projeto de humanização "é um grande desafio para todos, mas uma aposta em cada um de nós. Não terá êxito fácil, nem resultados imediatos, mas não é impossível de realizar. Será tão mais fácil atingir os seus objetivos, quanto mais rapidamente cada um interiorizar e aplicar a regra de ouro: procede com o outro da mesma forma que gostarias que procedessem contigo".

O projeto pretende que a assistência aos doentes "seja prestada de forma a respeitar a dignidade e a fragilidade de cada pessoa doente e exercida com a afabilidade, a cortesia, a empatia e a compaixão adequadas a cada situação particular".

"A humanização dos cuidados de saúde é uma necessidade cada vez mais sentida. O exercício da medicina tem-se afastado progressivamente da sua forma tradicional, assente na participação humana, para se basear em ações de natureza cada vez mais tecnológica", sublinhou João Pedroso de Lima.

O médico ressalva que a relação de confiança a estabelecer com o doente exige um "contacto humano que, naturalmente, a tecnologia não pode disponibilizar".

Nas linhas de atuação, a primeira medida passa por promover uma cultura de humanização, através de reuniões internas com diretores de serviço e serviços de ação médica e de apoio, e da criação da figura de embaixador, que conta já com a participação dos músicos André Sardet, José Cid, do treinador João Alves e do jornalista Pedro Carvalhas.

O bem-estar e conforto dos doentes também é uma das preocupações do projeto de humanização dos cuidados hospitalares, que passa por resolver as deficientes condições de atendimento no Serviço de Urgência e em vários gabinetes de consulta, a inadequação das salas de espera e a questão do estacionamento "caótico".

Em desenvolvimento está um programa de formação em comunicação e empatia (com a colaboração do Instituto de Psicologia Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra) para 16 médicos referência, que depois se vão tornar formadores.

Relatório Primavera: verdades e consequências
Editorial
Rui Nogueira
Relatório Primavera: verdades e consequências

“Ó Costa aguenta lá o SNS” foi o pedido de António Arnaut em maio do ano passado, poucos dias antes de nos deixar. Mas o estado da saúde em Portugal está mal ou bem ou vai indo? Está melhor ou pior? O SNS dá as respostas úteis às necessidades de saúde da população? O Relatório de Primavera ajuda a fazer interpretações fundamentadas.

news events box

Mais lidas