Gripe em fase de estabilização
DATA
08/02/2019 10:57:44
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Gripe em fase de estabilização

Na quinta semana deste ano registou-se em Portugal uma taxa de incidência de síndrome gripal de 69,5 por cada 100.000 habitantes, indicando uma "provável estabilização da atividade gripal", segundo o Instituto Ricardo Jorge.

Os mais recentes dados do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), referentes ao período entre 28 de janeiro e 03 de fevereiro, indicam uma atividade gripal epidémica de "intensidade moderada" e uma "tendência estável".

Nesta semana foram predominantemente detetados em circulação os vírus da gripe dos subtipos A(H1)pdm09 e A(H3). Os vírus do tipo B foram detetados esporadicamente e em número reduzido desde o início da época de vigilância.

Segundo os dados do INSA, foram reportados 17 casos de gripe pelas 25 Unidades de Cuidados Intensivos que enviaram informação, tendo sido identificado o vírus Influenza A em todos os doentes: seis A(H1)pdm09, um A(H3) e dez não subtipados. Foram ainda reportados três casos de gripe por uma enfermaria, tendo sido identificado o vírus Influenza A(H1)pdm09 em dois casos e o A(H3) em um.

O INSA adianta ainda que a mortalidade registou valores “acima do esperado” numa semana em que "o valor médio da temperatura mínima do ar foi de 5,6°C, a que correspondeu uma anomalia de mais 1,1 °C relativamente ao valor normal 1971-2000 para o mês de janeiro".

2020: Linhas de provocação de uma nova década com novas obrigações para novos contextos
Editorial | Rui Nogueira
2020: Linhas de provocação de uma nova década com novas obrigações para novos contextos

Este ano está quase a terminar e uma nova década vai chegar. O habitual?! Veremos! Na saúde temos uma viragem em curso e tal como há 40 anos, quando foi fundado o Serviço Nacional de Saúde (SNS), há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções.

Mais lidas