Miguel Casimiro assume liderança da SPPCV
DATA
12/02/2019 10:16:54
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Miguel Casimiro assume liderança da SPPCV

O neurocirurgião Miguel Casimiro é o novo presidente da direção da Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral (SPPCV) durante os próximos dois anos (2019-2020).

Licenciado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Lisboa, Miguel Casimiro é especialista em neurocirurgia desde 2004. Dedica a carreira à cirurgia minimamente invasiva da coluna e foi pioneiro na cirurgia endoscópica da coluna em Portugal. Foi vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Neurocirurgia (2013-2014), da Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral (2017-2018) e da Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (2017-2018).

Nos próximos dois anos, a SPPCV pretende reforçar o seu posicionamento no ensino e investigação científica junto dos profissionais de saúde, com a organização de congressos, conferências, cursos e atividades relacionadas, e manter o seu apoio na realização de estudos no âmbito das patologias da coluna vertebral.

Pretende ainda continuar a contribuir para o apoio, desenvolvimento e implementação de campanhas de sensibilização dirigidas aos doentes e ao público em geral.

A nova direção da SPPCV é também constituída pelos médicos Jorge Alves (vice-presidente), Carla Reizinho (vice-presidente), Bruno Santiago (tesoureiro) e Nuno Neves (secretário-geral). A Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral, fundada em 2003, é uma associação científica, sem fins lucrativos. Tem por objeto a promoção, o estudo, a investigação e a divulgação das questões inerentes à problemática da prevenção, diagnóstico e tratamento das patologias da coluna vertebral.

O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo
Editorial | Jornal Médico
O Novo Livro Azul tem um passado e um futuro a defender e a promover num novo ciclo

O Novo Livro Azul da APMGF é um desejo e uma necessidade. Volvidos 30 anos é fácil constatar que todos os princípios e valores defendidos no Livro Azul se mantêm incrivelmente atuais, apesar da pertinência do rejuvenescimento que a passagem dos anos aconselha. É necessário pensar, idealizar e projetar a visão sobre os novos centros de saúde, tendo em conta a realidade atual e as exigências e necessidades sentidas no futuro que é já hoje. Estamos a iniciar um novo ciclo!

Mais lidas