Meia centena de pessoas em frente ao Parlamento por um estatuto do cuidador informal
DATA
08/03/2019 10:38:33
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Meia centena de pessoas em frente ao Parlamento por um estatuto do cuidador informal

Cerca de meia centena de pessoas estão concentradas em frente à escadaria da Assembleia da República, no dia em que se discutem várias propostas para a criação do estatuto do cuidador informal.

Em declarações à agência Lusa, a presidente da Associação Nacional dos Cuidadores Informais, Sofia Figueiredo, disse que as propostas em discussão ficam aquém do que os cuidadores pretendem sobretudo porque, por um lado, atiram para a próxima legislatura a aplicação de medidas concretas de apoio financeiro e laboral aos cuidadores e, por outro, não preveem a criação efetiva de uma carreira contributiva especifica.

As pessoas que se juntaram a esta manifestação trouxeram balões lilases, rosa e azuis com que decoraram as grades que separam a escadaria da manifestação. Os balões rosa e azuis simbolizam as crianças de quem os cuidadores tratam e os lilases os adultos.

A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Joana Romeira Torres
A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
A Organização Mundial de Saúde alude que os Cuidados de Saúde Primários (CSP) são cruciais para a obtenção de promoção da saúde a nível global. Neste sentido, a Organização Mundial dos Médicos de Família (WONCA) tem estabelecido estratégias que têm permitido marcar posição dos mesmos na comunidade médica geral.

Mais lidas